sábado, 22 de dezembro de 2012

Save me...

Hoje em dia as coisas andam complicadas ou complicando?
Nem que eu me esforçasse eu entenderia tudo o que acontece, as pessoas, as situações, o mundo que gira, os anjos que falam e as histórias encontradas nos livros e filmes. Só sei que tudo nos leva a crer que se a dor não tivesse nos lapidado, hoje não seriamos tão forte para suportar mais lagrimas e secar outras, ajudar o próximo, cuidar de um animal e até de um ser pequeno chamado filho.
Na rádio somente músicas falando de amor, de dor e sofrimento, mas será que o mundo todo só vive disso?
Sei que os amigos são muito especiais, nos ensinam como levantar a cada tropeço, e na alegria, rimos sem parar, mas o amor... Ah, o amor, esse nos faz chorar a cada dia, nos castiga, e nos deixa sem dó... e lá vem mais uma vida, que se entrega as músicas, as lembranças e a ressaca do dia seguinte.
Eu sinto saudades da época que eu curtia a música, e hoje eu só consigo entender a letra.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Estranho seria...

Hoje o dia foi estranho, tudo estranho, as pessoas, eu, as pessoas e o resto. Não sei como mencionar que situação foi agradável neste dia, nem quando acordei, nem no desenrolar do dia e nem quando a noite chegou. É como se o dia não tivesse sido vivido, como se nada de importante tivesse acontecido, ou como um sonho estranho que aconteceu, e eu estou esperando acordar.
Depois de tantos dias sem escrever nada, mesmo que existia milhões de pensamentos passando pela minha cabeça, eu simplesmente não o deixei fluir no toque do teclado para a tela. Até estou saindo bem com a história de guardar tudo em uma caixinha bem la no fundo do baú, para o mês de dezembro passar e tudo voltar ao normal. As festas, as pessoas, os momentos especiais, eu quero esquecer tudo como se não tivesse existido, mas ainda falta poucos dias para isso acontecer, e quando terminar estarei virando a página ou mesmo rasgando as folhas...
Pelo menos as aparências estarão mantidas, e ninguém perceberá o meu real estado. Afinal, que precisa saber o que eu sinto ou não?
Talvez, se o ano tivesse apenas 11 meses, seria um pouco mais interessante, ou se ao invés das famílias só se encontrarem no último mês, naquele faz de conta que estão todos felizes, comemorando nada, apenas comendo e bebendo, porque se o mês de dezembro existe para comemorar o aniversário de Jesus, a história seria outra, a realidade bem diferente, e a igualdade e fraternidade poderia existir entre os humanos viventes. Mas, como nem tudo é lembrado, mais uma vez, lá vem toda aquele besterol para se gastar dinheiro, falar de ceia daqui e ceia dali, enquanto muitos nem tem nada para comer e ninguém para abraçar.
E ainda mais quando a sociedade coloca que para você estar feliz tem que estar em família, rindo, trocando presentes caros, e passar a noite com um "namorado", esperado o ano inteiro, como se tudo isso não pudesse acontecer em qualquer época do ano.
Detesto melação, um bando de pessoas carentes querendo agarrar uma outra pessoa só para não se passar o tão famoso "ano novo" sozinhos, e que importância tem isso?... Se o ano novo, é um dia como outro qualquer, que já cansei de passar dormindo. Do que adianta meter os pés, pelas mãos e assumir relacionamentos falidos para depois se lamentar o tempo perdido, e lamentar a pessoa escolhida.
Se você não conheceu ninguém que estivesse disposto a passar a vida dele ao seu lado, não vai acontecer em uma rede social em um mês antes do tempo pré destinado da população.
Tô cansada dessa brincadeira, desse faz de conta, dessa ideia de agradar as pessoas para não parecer orgulhosa, e então as pessoas entendem tudo errado, e quem disse que eu tô procurando alguém na minha vida? Eu quero mais é me sentir feliz, sem depender de alguma coisa ou alguém para isso, pois de tristezas eu já estou cheia, então mais um, ou menos um, não faz nenhuma diferença.
Não estou colecionando corações, e muito menos quero partir mais uma vez o meu, se algum dia existir uma pessoa que mude tudo isso, todo esse meu pensamento, então vai chover um mês inteiro sem parar, mas enquanto isso não está na previsão do tempo, quero ver muito sol brilhando lá fora.

Você já imaginou alguém para chamar de seu? Eu chamaria sempre a mesma pessoa.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Direitos e Deveres...



Se nenhum Ser Humano tem o direito de falar nada que me faça entristecer, então os seres monstruosos  tem menos chance ainda. Porque a razão deles não é completa para isso.
Cada dia me convenço mais que não preciso de pessoas desse tipo na minha vida, pra nada, nem nos momentos complicados, porque elas nunca entenderiam quais seriam esses momentos. Elas não pensam em nada, além do próprio reflexo no espelho.
Agora, caí entre nós, e porque conhecer outras pessoas iguais? Quero distancia de tudo que for parecido ou meloso demais, porque a vida é muito curta para desperdiçar com pessoas assim. Apenas peço a Deus livrai-me de todo o mal que me persegue... Amém.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

E quem um dia irá dizer que não existe razão nas coisas feitas pelo coração...

Depois dos pensamentos insanos, das palavras amargas escritas e da tempestade, transformou em calmaria, a paz reinou no meu coração quando alguém me disse...
''Essa tristeza e esses problemas não são seus, liberte-se!''
 E isso me fez pensar que eu não preciso ficar doando minha energia para algumas pessoas, pois enquanto eu estou arrasada, o outro lado está radiante, então melhor deixar o outro lado com sua energia negativa pra outra pessoa se acabar.
Parece imã mesmo, me envolver com pessoas desse tipo, problemáticas, bipolares, manipuladoras e sem personalidade sólida. Avaliando... desde que me envolvi com o dito ''Spack'', tudo se tornou assim, e a sequencia disso se tornou pior, e o último relacionamento foi o mais complicado da história. Então chega!
Algumas pessoas simplesmente só passam em nossas vidas para nos mostrar as coisas erradas e assim perceber que podemos melhorar a nossa vida, e mais nada tiramos de proveito nelas. Pois quando vem tão carregada de problemas do passado dela, só podemos tentar ajudar até onde não esgote nossas energias, e quando isso acontece devemos deixar ela seguir com seus próprios pesadelos, que a chance é dela concertar e não nossa!
Sei que é difícil o desapego em algumas circunstâncias  mas é mais que necessário, ao invés de estarmos ajudando, continuando com isso, estamos sim só piorando o KARMA dela e o nosso também, por termos sido escolhidos para cruzar nossos caminhos, e a dor não vai nos deixar bem! Então é preferível ficar bem, sentir se bem e abandonar qualquer tipo de relacionamento com essas pessoas. Cada ''ser'' tem seu tempo!
Agora... depois de tantos problemas enfrentados, meus e dos outros, está na hora de ser feliz e esquecer a tristeza. Aproveitar a alegria das coisas e sim encontrar pessoas que são realmente para te acrescentar e somar soluções e o resto passar bem longe!
Não quero mais dizer que um dia senti amor, paixão ou carinho por pessoas que só me fizeram sofrer, porque isso não foi a alegria vivida, foi apenas parte de um aprendizado dolorido que me fez crescer e pensar melhor em quem eu quero ou deixo passar por minha vida, pois agora já existe a opção ''Bloquear contato''.
E uma coisa eu aprendi que vale muito...
Você já imaginou alguém para chamar de seu? Eu chamaria sempre a mesma pessoa.



sexta-feira, 23 de novembro de 2012

As fotos ficaram na estante...

Me sinto desolada, cansada, triste e um pouco de raiva, minhas escolhas não foram as melhores, e minha vida novamente está aos pedaços, somente sobrou frutos de amores perdidos.... E novas tristeza misturadas com velhas lembranças... Natal chegando e com ele as lágrimas cairão mesmo que eu tente segura-las.
Amo meus pequenos, mas minha vida sentimental está um lixo, conheci pessoas erradas, aliás tirei na loteria  não como uma coisa boa, mas algo muito ruim de digerir, porque mágoas fizeram meu coração sangrar, palavras pisotearam minha auto-estima e os sentimentos permaneceram em um pesadelo absurdo.
Muitas vezes pareci forte diante dos olhos, mas no meu íntimo estava chorando com soluços que pareciam não cessar. Os dias passaram, meses se foram e nada mudou, aliás só pioraram os acontecimentos...
As pessoas se aproximavam de mim, mas aquela ideia de AMOR,  eu destruí a imagem de homens bons, de namorado, de marido ou coisas do gênero, todos se tornaram iguais e nenhum prestou mais, só conseguia ver monstros, seres bipolares que mais tarde me fariam muito mal e que eu deveria evitar passar por isso mais uma vez.
Que aquela ideia de ter alguém que me amasse com sinceridade se transformou em ilusão! Que eu não suportaria ver mais um animal morto pela ignorância e grosseria de muitos, que esse animal indefeso poderia ser um dos meus filhos, então Eu Matei! Eu matei a moral de todos os homens nesse planeta, pois em um dia ele te trás flores e no outro dia te acende velas.
Homem... um ser tao absurdo que deveria ter limite de idade para viver, ou passar por um tratamento de choque quando atingisse uma certa idade, e após fazer exames psicológicos para ver se continua nessa vida ou já vai direto para a próxima.
E por falar em exames psicológicos, se algum dia eu conseguir superar o trauma de ter conhecido essa raça inútil, talvez vou ver qualidades escondidas, pois nesse momento só consigo ver defeitos .
Como podemos afirmar que fomos criada de um ser tão monstruoso assim?
Conheço o bicho pai, que não presta pra nada, somente para causar desgosto e fazer maldades. Depois vem o bicho filho, que se não for bem criado pela MÃE, se tornará igual ao bicho pai. Todos de certa forma são iguais, o que salva um de outro é a mãe, mulher de força e coragem (como me sinto), mas que por mais que tente ser assim o tempo todo, vem um idiota dessa espécie de bicho e tenta acabar com tudo.
Por isso não acredito em AMOR verdadeiro, se fosse bom, não haveria tantos lares destruídos e tantos corações sangrando. E ainda mais quando se troca de amores como se troca de roupa.

Então, Homens... se esse ser fosse realmente bom, não se achava... se comprava!

(Apenas pensamentos soltos, misturados com uma pitada de raiva de alguma coisa, faz isso!)

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Lembra?

Quando se diz que somente se conhece as pessoas através do convívio  pode ter certeza que isso é uma realidade, pois existem coisas que não se pode explicar e sentir apenas pelo contato de um encontro de momentos bons, pois a vida não é apenas isso. Existe os momentos bons, sim, mas também muitos momentos ruins, onde se não enfrentado não se pode dizer que se conhece alguém em sua essência. As vezes me arrependo de ter conhecido algumas pessoas (eu sei que já disse isso), mas é verdade! Só queria entender porque a pior parte do bolo fica pra minha pessoa?
Sei que tenho que continuar dando a melhor parte de mim para as pessoas, mesmo após essas mesmas pessoas pensar que eu sou forte o tempo todo e que consigo ser sempre, mas entenda que eu não sou forte o tempo todo, eu tenho sentimentos guardados, as vezes ás mágoas ficam por um longo período, mesmo eu tentado me desprender delas, as palavras ficam como um sino batendo na minha cabeça me fazendo lembrar de tudo outra vez.
Espero que um dia, não muito distante, mas próximo... as pessoas entendam que o bem que faço hoje para ajuda-las, significa muito pra mim! Não como um carma, como podemos chamar, mas sim como um sentimento bom e belo que ainda sinto por elas e também com a missão de sofrer um pouco menos nessa vida!

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Eu não tenho a vida toda...

Quando você tenta fazer sempre o melhor para as pessoas, porque será que isso é tão sofrido?
Porque será que as pessoas não te dão valor quando se é uma pessoa boa, para continuar correndo atrás do que a deixa triste e faz mal? E se fazer o bem as pessoas traz tantas lagrimas, porque eu não posso chorar estando feliz?
Sinto saudades do tempo que eu era FELIZ e não sabia! Me arrependo das pessoas que me amavam e que eu as deixei partir sem ao menos dar a chance a elas para serem felizes ao meu lado! Para hoje eu não poder voltar atrás.. porque o mundo gira e não quero fazer outras pessoas tristes tirando o amor delas, o amor que eu deixei ir embora...
Hoje percebo que algumas pessoas faziam tudo por mim, pessoas que nunca vou encontrar igual, que só me trouxe um aprendizado e uma saudade boa de lembrar, e uma dor no peito por estar chorando sozinha...
Sinceramente não sei se vale a pena tentar concertar os erros dos outros e continuar sofrendo para fazer as pessoas se sentirem melhor, eu acho que eu merecia ser feliz, merecia corrigir os erros e ser perdoada, que gostasse de mim como eu sou, que aceitasse os meus pequenos com todo amor. Eu merecia chorar de felicidade, dormir e acordar sorrindo, ouvir uma música e não chorar pela dor que ela me faz, mas sorrir porque faz parte da minha vida.
Eu merecia carinho, afeto e consideração... eu sei que tive tudo isso e perdi, mas talvez poderia ser diferente... poderia ter o prazer de envelhecer ao lado de alguém que eu sei que nunca me deixaria partir, mesmo na dor, estaria ao meu lado, e eu pudesse fazer a mesma coisa por ele.
Cantaria minha canção favorita ao me entregar um buque de rosas vermelhas em meu aniversário e me fazer sentir feliz por eu existir!
Mas hoje eu apenas quero não me sentir triste por existir em um mundo onde tudo tem te deixado triste, onde as coisas acontecem e você tem que fazer de conta que está tudo bem...

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Alguém pode me ensinar?

Como pode alguém te deixar triste todos os dias e ao invés de tentar melhorar as atitudes e ser uma boa pessoa? E como pode alguém te amar e você simplesmente não amar essa pessoa? Como pode uma pessoa  fazer tanta falta mesmo que está longe a quase 2 anos? Simplesmente são tantas coisas sem uma explicação, justamente porque as coisas do coração são mais complicadas do que imaginamos ou sentimos...
Mas o destino nos reserva tantas coisas que nem pensávamos que estaríamos passando, as vezes fazemos planos e nada acontece como queríamos  porque se o nosso destino já está traçado nas linhas do tempo, não adianta tentarmos evitar, porque vai acontecer de qualquer maneira.
Mesmo quando encontramos alguém na rua que já fez parte do seu passado e essa pessoa ainda dizer que sente muito a sua falta e que se ainda sentisse algum tipo de amor por ele, largaria tudo para ficar ao seu lado... e você apenas sorriu gostou das demostrações de amor, mesmo sendo assim de uma forma tão pegajosa. Mas, da sua parte o sentimento é diferente, isso não é amor, porque o seu coração não bate no mesmo ritmo.
Me pego pensando, será que um dia gostarei de alguém tanto assim a ponto de esquecer um grande amor? Ou apenas me acostumarei com os sentimentos das outras pessoas? Sinceramente não sei responder...

Você já imaginou alguém para chamar de seu? Eu chamaria sempre a mesma pessoa.



segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Quando não se passa, não se aprende!

Como alguém pode querer entender o que passa contigo, se ela nunca passou por uma situação semelhante? Acho isso um absurdo, ter que ver certas coisas como se elas estivesse na minha pele sentindo o que eu estou sentindo, passando o que eu estou passando...
E ainda vem me dizer o que fazer, eu sei muito bem como isso chegou nesse ponto... a fruta nunca cai longe do pé. Se eu sou assim, porque minha filha tem que ser também?
E além de tudo vem querer jogar a culpa em mim dos erros cometidos... sinceramente eu somente tenho que acreditar que algumas pessoa caem de para-quedas na minha vida para me mostrar algo, ou para me fazer aprender algumas coisas, porque quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece! Tenho que fazer mais preces para esses espíritos perturbados.

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Dia tenso

Quando as palavras não consegue expressar o que se passa na cabeça e muito menos no coração, fica apenas uma frase, uma música ou apenas uma foto para traduzir o sentimento do momento ou talvez parte dele...
Quando não se consegue entender o comportamento das pessoas ao seu redor, seria mais inútil tentar descobrir o que isso agrega na sua vida daqui pra frente, será que o sofrimento é melhor que estar bem e sentir-se bem?
Quando as pessoas mesmo longe te decepcionam, com suas indecisões ou decisões.
No entanto, deixo apenas uma gif, porque não seria possível continuar essa descrição...


quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Quem serão os condenados?

Quando se ama alguém uma vez, essa pessoa sempre será lembrada a vida toda, mesmo que nunca mais estejam junto ou o veja frequentemente... As melhores lembranças virão a tona em sua mente quando alguma coisa, uma música, um sorriso, um gesto ou mesmo uma única palavra, seu pensamento irá viajar no seu passado e trará o ser amado novamente em seu coração.
Pode se passar dias, meses e até mesmo anos, mas nada do que foi vivido será esquecido... Seu coração sempre vai ter um cofre onde tudo estará sendo guardado.
Acredito que sentir um sentimento tão puro como o amor, só acontece uma única vez, o restante é apenas paixão, carinho ou mesmo carência quando a química de um corpo presente mexe com os hormônios femininos e masculinos. Podemos encontrar várias pessoas assim durante toda a nossa vida, onde conhecemos e parece que o sentimento é intenso, mas na verdade é apenas uma loucura hormonal e que pode durar um tempo, mas não será pra sempre. Depois que esse sentimento passar, nem irá lembrar da pessoa e muito menos dos acontecimentos vividos.
Algumas pessoas estão marcadas para passar pela sua vida e te trazer aprendizado, algumas te fazem feliz outras te trazem sofrimento, mas tudo está marcado na sua linha do tempo e mesmo que você tente desviar delas, não será possível.
Quando se diz que devemos conhecer pessoas erradas até encontrar a pessoa certa, não podemos falar isso logo de início quando conhecemos alguém, porque ela poderá não ser a pessoa certa que pensávamos que era quando a conhecemos. A pessoa certa somente será mostrado com o tempo, com a convivência, pois quando não se convive com alguém não sabemos se ela é a pessoa que procurávamos, as aparências nos enganam muito o coração. Se dizemos que o Amor é cego, a convivência abre os olhos! Mas mesmo com os olhos aberto, se existir um sentimento capaz de manter um relacionamento, talvez seja muito bem representado.
O amor não doí, o amor cuida, apaziguá muitas tristeza e as compreende com a razão e também com o coração, o amor suporta as dificuldades e não apenas vive na alegria, o amor não engana, nem costuma mentir, porque se existe mentiras não se pode chamar de amor e sim de um sentimento frio e sem sentido.`
É claro que não existe pessoas perfeitas em relacionamentos e nem na vida, então mesmo o amor sendo algo que não podemos deixar de viver para sermos felizes, as pessoas sofrem por amar demais, se o coração fosse fácil de comandar não existiriam tantos amores não correspondidos.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Triste...

Change your heartLook around youChange your heartIt will astound youI need your lovin'Like the sunshineEverybody's gotta learn sometime

http://www.vagalume.com.br/beck/everybodys-gotta-learn-sometimes.html#ixzz27iVTvAWr


Toda vez que escuto essa música lembro de tantas coisas e dá uma enorme vontade de chorar...
A música é linda, mas a melodia e o filme tão triste e romântico, como a vida!

sábado, 22 de setembro de 2012

O que está acontecendo?




Estou me sentindo mais confusa ainda... quando será que posso dizer que está tudo bem e vai continuar assim? ... Tenso... muito tenso, to até gostando de ouvir músicas melosas... o que está se passando??
... " Quando alguém te dizer que "não é nada", abrace, pois é o momento que ela mais precisa de você!"

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Não entendo, eu tento, mas não consigo.

Porque será que é tão difícil entender o comportamento das pessoas? E porque essas pessoas se revelam de maneira estranha, e não se ajudam?
Eu tento entender, tento ser parcial nisso, mas isso não está sendo legal pra minha pessoa, do que adianta tanto sofrimento por nada? O que eu ganho com isso? Um aprendizado, isso eu sei... mas vale a pena ficar se torturando por uma pessoa que não presta atenção no que você fala, e principalmente perde a razão rápido demais, perde a paciência, age como uma criança mimada e como se tudo fosse normal agir assim... O que isso está me trazendo de aprendizado? Exercitar a paciência  Pois é, tornou-se algo quase que impossível...
E me pergunto novamente... Como pode uma pessoa ser tão bipolar assim? E ser tão grosseira, arrogante e impaciente com sua própria mãe? Eu admiro as mães, não a minha, mas as mães que aguentam passar por essa torturas psicológicas e ficarem inertes para não piorar mais ainda a situação.
Mas, porque os chamados ''Homens" tem essa tendência de amadurecer mais tarde? E porque a mulher tem que ser madura o suficiente para carregar o mundo nas costas? E ainda dizem que mulher é um ''Sexo Frágil", se não fosse as mulheres para suportar tudo, os "Homens" já teriam acabado com todos os outros "homens" do mundo, eles não se aguentariam.
Sinto falta da minha casa! Sinto falta de meus amigos! Sinto falta de ser amada!
Do que adianta ter um relacionamento apenas pela insatisfação do corpo masculino, se o pensamento, o sentimento não estão ligados nisso? E as terceiras pessoas? Porque complicamos tanto a vida? E porque não podemos agir com tranquilidade e calma quando se tem um ser pequeno que acabou de nascer em casa? Porque demostramos ciúmes ao extremo com coisas banais? E cadê a bondade nas palavras que antes eram boas e hoje vem se tornado uma ironia constante?
Não entendo tantas coisas, não entendo como a regressão de comportamento adulto pelo simples nascimento de um ser... e quando isso acontece, me deixa tão mal, como eu posso manter a calma diante de um fato tão absurdo como esse?
Será que alguém aguentaria passar por tudo isso como eu?? Realmente algumas pessoas desconhecem o que falo e com certeza não passaria por essa situação como eu venho passando.
As vezes tenho vontade de gritar... Não suporto mais isso, tente evoluir para não piorar a vida dos pequenos, que não tem culpa de nada!!!
Eu começo a pensar que as vezes faz, e age assim para que eu sinta raiva, ódio, ou coisa do gênero... para que eu me torture com a culpa e me deixe triste, é, pode ser... qual a outra explicação?
Aquela ideia de felicidade está indo pelo ralo abaixo, junto com as lágrimas que não precisavam cair, porque felicidade não tem nada de sintonia com a tristeza, são casos opostos.
E quando alguém vem me dizer, você tem que tentar mais uma vez, eu vou mandar essa pessoa para um lugar muito especial.... Pra P* que o pariu!


sábado, 8 de setembro de 2012

Quando a chuva passar, talvez eu volte a sorrir.

Minha vida está parecendo um filme de terror, e não entendo como as coisas chegaram a esse ponto, nessa tristeza sem fim, nesse animo total.
Não entendo porque as pessoas fazem as coisas e depois dizem que não fazem o que fazem, sinceramente não entendo isso muito bem, porque se eu faço uma coisa eu digo o que eu estou fazendo e não o contrário. E as crianças sempre são algo imprevisíveis, elas regridem as vezes quando querem chamar a atenção e ainda mais quando não estão por perto o tempo todo, mas alguns adultos não entendem isso e as condenam, achando que isso é um mimo, mas não é... é tão difícil para as pessoas entenderem o que se passa no coração delas e na mente delas. Até parece que eles nunca foram crianças e nunca passaram por isso antes.
O mais estranho nisso tudo, é que a vida é tão complicada, e eu me sinto triste, com todas essa mudanças que venho sofrendo e não encontro solução para tais coisas.
Viver sem pai, eu já passei por isso e sei como é triste essa vida, apenas queria que não acontecesse o mesmo com meus filhos, ou com o meu filho, mas isso acontece, então eu tento ser os dois, fazendo coisas para agradar mais do que deveria, mas isso tudo para tentar suprir a falta que uma família completa faz, mas nem sempre consigo fazer o certo, eu sei disso, mas que mãe não faria isso para proteger o filho? Acho que mãe que é mãe, faria tudo pelo seu filho, até o impossível.
Mas será que isso poderia levar a uma tragedia?
Então... ninguém entende minha tristeza, somente se colocando no meu lugar para isso.
Mas os sentimentos também vem pesando nessa hora, os hormônios estão desequilibrados, e isso eu sei que vai passar, mais algumas palavras sinceramente não deveriam ser ditas por algumas pessoas, por mais que eu esteja sensível eu vou lembra-las por muito tempo, ou talvez uma vida toda, e quando eu estiver psicologicamente bem, voltarei com meus bloqueios sentimentais, seria tão melhor não ter sentimentos e nem senti-los. Vou conseguir viver em meu mundinho fechado mais uma vez, ficando inerte a emoções, basta apenas um tempo.
Quando a tristeza é enorme, não sinto raiva, sinto apenas vontade de morrer, porque as pessoas me falam que eu tenho que ser forte, eu venho sendo forte a vida toda, e quando a tristeza é enorme meu pensamento chega a pensar nisso, chega a acabar com tudo o que eu evolui até agora, eu sei que isso não é uma boa maneira, pois eu perco todos os degraus que já subi.
Conforme enfrento algumas situações? Como alguém vai me amar um dia? E como me sentir feliz?
Já sei as respostas para todas as perguntas...

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

I'm wearing my heart on a noose...

É como aquela música do Renato Russo... ``Eu não sei porque me sinto assim, vem de repente um anjo triste perto de mim, e essa febre que não passa e meu sorriso sem graça, não me dê atenção, mas obrigado por pensar em mim``. Queria muito que minha vida fosse diferente, mas quando volto a pensar em como será a minha vida daqui pra frente, me sinto triste, sem rumo... É tão desmotivador não ter alguém para estar comigo a vida toda, apenas o carinho e o amor de meus pequenos. Ah, porque eu tenho que me sentir triste assim? Parece até um filme sem final feliz.
Quando eu tinha as opções de escolher quem eu queria ao meu lado, era tão mais fácil decidir como seria minha vida, mas quando as opções se acabaram e ficaram apenas as pessoas que tinham outras intenções, e essas eu simplesmente descartei de minha vida. Mas, agora eu não tenho mais opções, simplesmente eu não tenho ninguém.
Algumas músicas me fazem lembrar tantas coisas e por mais que eu goste delas, elas me fazem ficar mais triste e pensativa, sinceramente queria não ter sentimentos, pois do que adianta te-los se não se pode senti-los verdadeiramente com coração e muito menos demostra-los em sua intensidade. Parece que eu vivo presa em um passado e não consigo ver o futuro, mesmo sentindo o presente, se as dicas são poucas, como será a explicação?

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Já pensou em perder a cabeça?

Queria mesmo saber se a verdade é tão parecida com a realidade que vivo! Pois as vezes tenho dúvidas sobre isso e fico sem entender o que as demostrações de carinho significam nesse sentido que me encontro, é tudo muito confuso pra minha pessoa.
Se tudo fosse mais claro e fácil de entender talvez eu me sentisse melhor e não ficaria alimentando na minha cabeça sentimentos e demostraria mais minhas emoções ao invés de esconde-las a todo momento, tentando estar inerte aos acontecimentos e não sofrer. Mas, estou mesmo assim sofrendo em silêncio, no meu próprio silêncio guardando tudo em minha caixinha de presente.
Se as pessoas pudessem ler minha mente saberiam o que eu estou vivendo, sentindo ou pensando...  será que é tão difícil ser amada? Porque amar se tornou algo tão fácil e não correspondido.

domingo, 2 de setembro de 2012

Sem fim...

Quando tudo parece perdido, sempre surge alguma coisa para mudar tudo isso, mas sinceramente a vulnerabilidade não me faz ver tais sinais, é como se uma nuvem escura estivesse sobre minha cabeça, e os dias estaria aqui para tudo ser transformado, mas nada de diferente acontece... tudo continua na mesma! Tento ajudar certas pessoas, tento fazer algo bom por elas, mas nada vejo...
Toda vez me pergunto, como será minha vida depois? Porque agora não tenho respostas para isso... mesmo sabendo que se eu pensar muito sobre isso fico triste, já chorei nesta semana  muitas horas, já adquiri mais olheiras ainda do que já possuo por passar noites mal dormidas. Queria realmente ter certeza de alguma coisa que me desse segurança para a sequencia de minha vida, mais me confundo entre palavras e atos.
Acho que sentimentos são tão difficiles de explicar, só o fato de sentir alguma coisa estraga tudo, quem dera se meu coração fosse de pedra, as dores não seria tão constantes.
Quando se tem um bebe pequeno em uma vida sem família, me faz crer e pensar na minha vida toda, em tudo que deixei, nas pessoas que magoei, na minha história que mudei, e hoje eu não estaria me sentindo assim se tudo tivesse sido diferente, sabe, eu sei que não deveria pensar dessa maneira, pois não me acarreta nenhum beneficio para a minha evolução, mas não consigo (não) pensar nisso. Pois minha vida está em um vida que está em uma outra vida, e essa vida não é minha mais, se fosse minha vida novamente talvez eu estivesse feliz! Mas como as pessoas tem seu caminho traçado, eu não culpo ninguém, pois a única culpada de minha vida é minha mesmo, o livre arbítrio é meu, mas que doí, ah! isso doí muito!!! Ficar sozinha o resto da vida por algo que eu tive que escolher.




quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Tão longe, mas tão perto.

Sinto tanta falta de algumas coisas, de algumas pessoas e me sinto novamente impotente em algumas situações.
Minha princesinha é linda, as vezes fico olhando pra ela enquanto ela dorme, passo a mão em seus cabelinhos sedosos e seguro seus pequenos dedos, uma nova vida, um novo começo, um novo aprendizado e muitos obstáculos. As lágrimas em muitas horas tem rolado em minha face, quando as lembranças invadem meu pensamento em noites acordadas ou dias de silêncio.
Queria poder estar bem e me sentir feliz, mas as pessoas ao meu redor não me transmitem essa felicidade plena, me sinto culpada. Uma culpa que não é minha, mas que poderia ter sido diferente.
Sinto falta de rir de verdade, de conversar com alguém, uma amiga que não está, apenas a internet tem me proporcionado pessoas próximas.
Os dias tem passado muito devagar, eles vem se arrastando a cada hora.

Só Deus sabe como me sinto nesse momento!

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

O dia D...

Hoje, deveria me sentir feliz, mas, estou me sentindo triste... ninguém sabe ao certo como eu me sinto, aliás eu sei que não devo demostrar mais meus sentimentos, cada dia é uma página que passa, sem muitas alegrias presentes, apenas um riso vago de um momento passado.
Não sei se ainda tenho uma válvula de escape para extravasar minhas tristezas, apenas posso chorar quando estou sozinha ou a noite quando todos dormem e eu permaneço acordada, com os olhos bem abertos, não quero que as pessoas tenham sentimentos de pena ou coisas parecidas... isso não quero que faça parte dos sentimentos das pessoas em relação a mim.
Porque se torna tão difícil essa vida? Amanhã o nascimento de minha princesinha, e ao mesmo tempo uma tristeza, não por ela, por ela somente o lado bom e uma alegria por vê-la. Mas, os meus sentimentos tão abalados, tão destruídos e tão sem chance. Tinha prometido a mim mesmo não pensar nesse assunto, mas como evitar se tudo me faz pensar nisso nesse momento, isso ao invés de ser legal, se torna uma sensação perturbadora e um desastre na continuidade de minha vida.
Não consigo encontrar as perguntas certas, aliás eu acho que já sei todas as respostas para elas, que evito fazê-las, pois nada mudaria os acontecimentos.
Quanta melancolia, quisera eu já ter passado por isso, envelhecido, aprendido e partido. Talvez em uma outra oportunidade fazer diferente.

domingo, 19 de agosto de 2012

Resumindo

Meu amor por você é como a chuva, pode ser forte ou fraca, dependerá de quanto meu coração estiver cheio. (Allan Xavier)

Hoje, tudo se resume em apenas essa frase.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

♥♥♥♥...

Escuto um gato miando em minha janela, como se fosse verdade o seu miado, mas é apenas um som distante de um gato miando. Quisera eu ter um gato para que ele pudesse miar, não somente em minha janela, mais também ao meu lado enquanto lhe fizesse carinho!´´
---Os dias foram tumultuado nesta semana, aliás tudo foi algo fora do controle, uma bagunça sem estar no carnaval, mas sinceramente parecia uma terrível ironia do destino. Desde o início foi complicado, primeiro nos exames, depois nas consultas e agora na data final, realmente deve existir um proposito muito grande diante disso, porque os empecilhos surgiram e foram muitos no decorrer dos meses passados.
Agora, espero que os meses a frente sejam de muitas alegrias para compensar tudo isso, todos esses contratempos... espero que a Felicidade esteja ao meu lado e que faça valer a pena cada momento.
Mas e quanto a você? Eu queria poder dizer que sinto sua falta mesmo sabendo que você está ali ao meu lado. Sinto falta de um carinho verdadeiro, de um beijo, uma palavra de amor...



quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Estou vivendo uma novela mexicana...

Quando reflito minha história atual, me deparo com cenas de novela mexicana, é uma situação inusitada, nunca soube de nada parecido na vida real de uma pessoa em sã consciência, por isso digo como a vida é extremamente estranha a ponto de fazer você viver momentos que nunca imaginasse presenciar...
No início dessa história que me pegou um pouco despreparada, mesmo pensando que eu não teria tantos problemas com isso, vejo que eu não sei tanto como proceder em mais uma página cheia de medos, inseguranças e pessoas externas.
Por muito tempo consegui bloquear alguns sentimentos de solidão, e evitando pensar no amor como algo que me deixasse triste ou sem futuro, mas ultimamente isso não tem sido possível esconder, alguns sentimentos vem a tona me fazendo chorar mais do que eu deveria chorar, fazendo eu pensar, mais do que eu deveria pensar. Me sinto como se estivesse no vácuo, na escuridão e limitada com a situação.
Acredito que não seja correto, e nem a favor dos meus princípios como pessoa, ter um leque assim tão amplo a ponto de conhecer uma terceira pessoa na minha vida, aliás isso só seria possível se não tivesse filhos no caminho, pois os sofrimentos serão sempre dos filhos, e eu não desejo fazer mal algum para eles, então a privação tem que ser minha, e os princípios também são meus, pois fugir da regra uma vez já teve sérias consequências, agora não tem como mais, mesmo! Sei muito bem disso, pois quando criança tive que conviver com uma pessoa estranha na minha casa, e o sofrimento foi muito intenso a ponto de não desejar isso pra ninguém.
Algumas pessoas tem tentado me mostrar como a vida pode ser diferente se pensarmos diferente, mas mesmo que me citem exemplos, isso só acontece 1/1000, então como posso acreditar que comigo será assim ou assado? Não quero continuar criando expectativas, viver de ilusões que nunca existiram, momentos que nunca aconteceram, e vidas que nunca passarão... tenho que viver a realidade como ela é, dura e crua, com todo esse sofrimento ou apenas bloqueando fatos para evitar o tal sofrimento.
Não quero demostrar que posso ser fraca, se uma lágrima cair de meus olhos, por isso prefiro não ter coração, ou mesmo por uma pedra no lugar dele, será uma alternativa para que nunca mais se caia na ingênua armadilha de amar alguém novamente, além das únicas criaturinhas que Deus me deu o privilégio de tê-las comigo e aprender muito com elas.
Relacionamentos não são como novelas, mas no meu caso virou... uma novela dramática, onde eu sou a vilã da história e os outros protagonistas são as pessoas boas que querem o bem de todos. Sou eu, que no final da história acaba ficando sozinha pra sempre, e algumas pessoas ainda de vez quando lembrarão que eu moro distante, mas não terão tempo para me visitar, devido a correria do cotidiano.
Não quero mais ter sentimentos, nem bons e nem ruins, nem todos estão preparados para isso, e já que a escolha foi minha em ficar assim, preferia nunca ter conhecido nenhum ser oposto para que minha novela pudesse ser diferente onde a bela moça se dedicaria a outras coisas e não a tentar ter uma família frustada em várias vezes. Sei que tudo o que fiz para reparar minhas quedas até esse momento, zerou-se, e eu terei que retomar ao ponto de início para não ter que voltar e repetir os mesmos erros dessa vida atual, que hoje já fugiu de todo o meu controle.

Fica apenas uma canção - Born To Die-Lana Del Rey

domingo, 5 de agosto de 2012

Lágrimas apenas...

Estou me sentindo triste, um sentimento tão ruim, um vazio no peito e um amor no coração... um amor escondido, uma palavra não dita, um sentimento abafado e sem forças para gritar.
E também um medo, uma insegurança e somente uma única certeza... a de ficar pra sempre sozinha, evito pensar nisso, mas quando essa palavra vem novamente em minha cabeça, somente as lágrimas começam a cair e daí toda aquela história que eu imaginava que pudesse acontecer se torna apenas lágrimas e coisas sem sentido. Poxa! Seria isso mesmo o meu destino, a solidão, ninguém para amar, nenhuma pessoa que me ame, apenas o sentimento materno, o amor de mãe e mais nada... seria esse a continuidade de minha existência? Não vejo o futuro nisso, não vejo a alegria de uma felicidade conjugal, apenas uma família incompleta, um coração pela metade...

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Uma época muito boa.

Gosto tanto de algumas pessoas, pessoas que foram e continuam sendo especiais e iluminadas em minha vida, pois com elas aprendi como a vida pode ser boa se mantermos o pensamento positivo e acreditarmos que tudo acontece em nossa vida no momento certo e na hora que estamos preparados para que aconteça.
E acredito seriamente que todas as pessoas que passam por novas vidas, são por um motivo em especial, ora seja para dividirmos as tristezas ou ora para compartilharmos as alegrias, por isso não tenho desprezado a ideia que cada ser é único e especial em sua essência.
Posso dizer também que amo muito algumas pessoas que me fizeram aprender e continuar com esse aprendizado, os conhecimentos nunca serão demais e nunca serão por uma causa boba. Se cada linha de nossa vida já vem planejada por nós mesmos, mesmo sem saber, sei que estou concertando cada nó que encontro para que os erros não se tornam repetitivos mais uma  vez. Fazer o bem, tem se tornado algo muito agradável e confortante, encontrar pessoas maravilhosas também tem sido um momento magnifico nesse tempo que me encontro.
Alguns colegas se tornaram amigos, e me fazem muito feliz pelo simples fato de existirem, pois ninguém com sua personalidade evolutiva pode ser considerado substituível, as pessoas são únicas, e não existe pessoas iguais e nunca irá existir. Até o nome será único e as lembranças são uma forma de termos consciência de que tudo foi obra divina.
Mantermos esses laços nos acalma o coração e faz a nossa evolução ser melhor ainda!


quinta-feira, 2 de agosto de 2012

As idéias das pessoas.

Cada ser pensante tem uma maneira de observar a vida, as coisas de uma maneira diferente, encarando os problemas e as dificuldades com ou sem um objetivo a ser cumprido. Sei que algumas vezes não vejo a solução logo de cara, mas conforme o desenrolar da carretilha consigo observar o final e entender melhor os problemas. Gosto quando as pessoas se importam comigo, e ainda mais nesse momento tão frágil da minha vida, acho que me sinto um pouco triste...

terça-feira, 31 de julho de 2012

Sunset...

Eu sei que os sonhos nos trazem muitas informações, mas não sei interpretar todas elas da mesma maneira. Mas será que alguém gostaria de se comunicar comigo através do meu sonho, ou sou somente eu que estou tentando reprimir alguns sentimentos? Segundo a leitura, os espíritos se comunicam melhor através dos sonhos, mas não o meu próprio espirito, mas sim de outra pessoa... então apesar de ter dois episódios de sonhos parecidos, não consegui resolver dentro do sonho o problema em questão apresentado.
Seria uma ótima maneira de resolver os fantasmas!
Agora, quando aquelas pessoas tem aqueles sonhos bizarros, eu acho que isso não é sonho, é pesadelo!
Sempre tive revelações em meus sonhos, algumas vezes boas e outras vezes tristes, mas devido a isso eu presto atenção em cada sonho lembrado, é como se fosse uma prévia do que pudesse acontecer...

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Saudade...


Vencido pela profunda angústia da minha mágoa, despertei quando o jovem rosto da manhã adornado de luz e o mar de nuvens viajeiras, me convidaram para o banquete do dia.
Levantei e percebi que não fora um pesadelo... A presença da sua ausência era a mais pura e triste realidade...
Não sei dizer ao certo se é a presença da ausência ou a ausência da presença ou, talvez seja, simplesmente, saudade...
Lá fora tudo respirava perfume e os braços do vento, carregando o pólen da vida, cantavam nos ramos do arvoredo delicada canção...
Saí a correr, tentando fugir da furna escura dos meus padecimentos.
A presença invisível do bem-amado fazia-me arder em febre de ansiedade, enquanto os pés ligeiros das horas corriam à frente impondo-me fadiga e desconforto...
Embriagado pela saudade, meu ser ansiava pela paz...
Em vão tentei exaurir as forças para livrar-me da dor, mas não lograva libertar-me do punhal da melancolia cravado no coração, e da lembrança da sua ausência...
Quando, enfim, a tarde se escondeu no longe das montanhas altaneiras, outra vez tombei em mim mesmo, extenuado e só...
Naquele momento desejei que o Todo Poderoso me dominasse com os fortes recursos da Soberana Misericórdia, livrando-me de mim mesmo...
Parecia que não mais suportaria o espinho da saudade cravado em meu peito, já dorido e exausto...
A ausência da sua presença queimava as fibras mais sutis da minha alma.
E a presença da sua ausência feria-me o coração dilacerado e só...
A noite devorou o dia e, ao escancarar a sua boca negra, mostrou a primeira estrela engastada no manto escuro, vencendo as sombras...
Minutos depois, miríades de astros brilhantes compuseram o diadema da vitória total da luz...
Só então, solitário e meditativo, compreendi como a minha canção de dor chegara ao ouvidos do Criador, que me respondeu em vibrações fulgurantes de esperanças à distância...
Só então compreendi que não há escuridão que resista a um simples raio de luz, e decidi acender a chama da esperança em minha alma.
E, só então, pude ouvir o Sublime Cancioneiro do silêncio e Suas melodias repletas de sons e paz, convidando-me a confiar em Seu infinito poder e entregar-me aos braços suaves da esperança...
*   *   *
Se o manto escuro da saudade pesa sobre os seus ombros, ilumine-se com as pérolas da oração sincera em favor do bem-amado que partiu.
Preencha a ausência da presença com a lembrança dos momentos compartilhados nas horas alegres, e confie no reencontro feliz.


                                             (Redação do Momento Espírita, com base no cap. LII do livro)

quarta-feira, 25 de julho de 2012

I wanna keep that dream alive...

" Don´t make me sad, don´t make me cry
Sometimes love´s not enough
When the road gets tough
I don´t know why
Keep making me laugh,
Let´s go get high
Road´s long, we carry on
Try to have fun in the meantime... "

Muitas vezes tenho escondido meus sentimentos, evitando alguns sofrimentos, e evitando os meus próprios sentimentos. Então as pessoas não percebem como eu realmente posso gostar delas, e assim não demostram o mesmo amor por mim. E tudo fica no silêncio de um olhar...
Quem demostra muito, eu faço que não percebo que isso acontece, mudo de assunto ou pulo uma página.
Pois quem demostra que gosta de mim, já encontrei algumas pessoas que eram assim, mas eu não quero que elas tenham esperanças e sofram, porque o sofrimento de um amor não correspondido é com uma solidão sem fim! Mas, porque será que tem que ser sempre assim? ...quem a gente gosta nunca gosta da gente, e vice-versa, já pensei que iria morrer por uma pessoa, e hoje percebo que foi a melhor coisa, era deixa-la ir pra nunca mais voltar, porque o amor tem que ser bonito, tem que te fazer feliz e não apenas estar com alguém por estar, ou para não estar sozinho e viver de uma aparência que não é a realidade. Muitas pessoas são assim, e pensam assim, mas eu prefiro ficar sozinha ao invés de sofrer mais com um relacionamento fálido! Querer, eu queria um amor, sempre digo isso, mas nessa altura do campeonato, como posso ainda ter esperanças que um dia eu vou ter alguém que realmente me ame e se importe comigo verdadeiramente. Se a minha imaginação torna-se algumas situações realidade, eu hoje estaria feliz!
E aquela ideia de ter uma família completa, era algo que eu desejaria muito, mas que a vida não deixou, e hoje me vejo dividida em tentar novamente, ou deixar que as palavras fiquem apenas no vento...

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Qual a fórmula da felicidade?



Será que existe fórmula para se sentir Feliz? Realmente, não sei fazer esse cálculo para definir isso...
Se a felicidade fosse definida por simples momento de alegria, acredito que eu estaria com falta disso agora, ou será que eu estou passando por um momento de transição de espirito, porque o meu está um pouco abalado.
Estou novamente um pouco confusa em meu presente e meu futuro, não sei o que é real, e o que é imaginação minha. Não sei definir a felicidade que está por vir, ou a tristeza que tem me atormentado.
Me sinto sozinha, mesmo com várias pessoas ao meu redor, me sinto sozinha no meu íntimo, me sinto sozinha em meus sentimentos, é como se eu soubesse que nunca mais teria alguém que me amasse como eu gostaria.
Não queria me sentir triste, já tentei camuflar as semanas que esse sentimento vem me perseguindo, essa sensação estranha, mais parece que nada tem sido o suficiente para ignorar isso. Ao mesmo tempo que tudo poderia ser diferente, não sinto a segurança para tal, como um bloqueio, uma vida!
Meu livro está com esse capitulo riscado, rasurado, com tantas tristezas descritas. Se eu pudesse ao menos mudar essa parte, mudar a minha visão com uma nova perspectiva e me sentir feliz, talvez essa continuação renderia boas gargalhadas ao invés de tanto melancolismo de minha parte.

Will you love me?
And remind me who I really am...

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Is everything ok?




Seria mais fácil se eu não sentisse nada, as vezes penso mil e uma coisas, imagino uma vida, mas tudo acontece ao contrário, porque será? Estou me sentindo tão sozinha, um sentimento como se fosse involuntário, uma vontade de chorar, algo inexplicável, e quando chega o final de semana, as coisas parecem que pioram, as vezes penso em ficar somente dormindo e esquecer o resto, mas eu não posso fazer isso. Mas nesse domingo eu acredito que as coisas serão ou poderão ser diferentes, vou estar com pessoas que me admiram e posso rir um pouco mais. A única coisa que sinto falta mesmo, é de alguém que me ame, eu definitivamente sinto falta disso e muita... fico ouvindo essas músicas e acabo ficando mais triste ainda, porque todas falam de amor e isso faz falta pra mim!
Quando será que vou deixar de me sentir assim?  (...)

quinta-feira, 19 de julho de 2012

We'll be glowing in the dark...




Fico triste em um momento e logo fico feliz,  tudo pelas oscilações do humor que tenho sentido. Se eu deixar as coisas fluírem e me rodear de pessoas que gostam de minha pessoa, isso me alegra e me proporciona paz em meu coração, mas quando surge um pequeno problema que seja para ser resolvido, isso acaba sendo um pouco desmotivador, quando penso em tudo que envolve o conflito para ser resolvido, apesar que minha vida tem sido ultimamente uma frequente resolução de problemas, e acho até que tenho ido bem.
Me sinto as vezes um pouco impotente tentando ser duas pessoas para uma só, tentando amenizar sofrimentos para os outros e sofrendo calada quando isso vem a tona na minha cabeça em meus momentos de solidão. Pois a vida não é somente alegria, e ainda mais quando a única pessoa que te ama verdadeiramente e depende de ti, são seus filhos! Você tem que ser forte o tempo todo, demostrando que "Mamãe resolve tudo". Sabe, tenho que parar um pouco de escrever sobre esse assunto em si, porque tem sido com frequência, eu tenho que tentar esquecer isso... quem disse que passado resolve alguma coisa?
Se resolvesse eu não teria voltado tantas vezes na terra para consertar meus erros... Preciso voltar a ler a sequência de meus livros e aprimorar melhor minha evolução a fim de evitar tantos sofrimentos.
Sei que o Amor faz parte disso, mais eu preferia não sentir amor, além de um amor materno. Pois como viver apenas na ilusão de que um dia alguém vai me amar como eu sou, e não como um rostinho bonito que passa...

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Detesto esse tipo de música sem cultura!

É, Sertanejo eu realmente não gosto mesmo, e ainda mais esses "Sertanejos Universitários" que surgiram de uns anos pra cá, não sei nem onde se formaram, porque o linguajar deles é tão chulo que começo a pensar que hoje em dia as universidades estão formando burros ao invés de pessoas cultas para uma profissão adequada. Aliás, qualquer um pode fazer uma dupla e umas músicas que repetem tanto o refrão que chega ser nojento de ouvir, acho que eles escrevem essas músicas quando estão no banheiro, só pode!
Não se fazem mais cantores como antes! E ainda tem pessoas que curte isso, ao invés de ler um livro e aprender falar corretamente, isso sim seria uma maneira de mudar algumas culturas que se infiltraram em nossa sociedade.
Agora veja só, ainda juntam Sertanejo com Funk, definitivamente não sei onde esse mundo irá parar... Cada SER deveria receber um Kit Básico com Fone de Ouvido individual, e escutar esse tipo de porcaria sozinho, pois existem coisas que não precisam ser compartilhadas, pois não acarreta nenhum tipo de acréscimo ao desenvolvimento pessoal.
E aquela simples frase: " Não vejo a hora desses Sertanejos Universitários se formarem e irem para fora do País"

terça-feira, 17 de julho de 2012

Nem sei o que pensar agora!

Ora  pois... quantas coisas estranhas e imprevistas tem ocorrido nesses últimos meses, que me pego pensando o que será que vai acontecer agora? E como vai acontecer? Isso é super estranho, as pessoas as vezes nos surpreende com uma facilidade, que ao mesmo tempo que nos magoam, nos alegram... esses desafios de perdoar virou constante em minha vida.
Bom mesmo seria se tudo ficasse bem, como uma família completa, com amor e atenção! Pois as vezes me sinto culpada pelas imaturidades que os adultos fazem com seus filhos, sendo egoísta, não demostrando amor, não dando um abraço e um beijo seguido de um "Eu te amo", o afeto é um construtor maravilhoso da personalidade e no desenvolvimento do amor ao próximo em sua criação, desde a infância até a vida adulta.
Agora pense, se você não teve isso em sua infância, você tentará que isso seja feito com seus filhos, que o amor seja demostrado em sua maior pureza, pois do que vale repetir os mesmos erros e tristezas que você passou, somente por ser egoísta ao extremo e frio???
As vezes a imaturidade da idade nos atrapalha e nos faz cair e tropeçar muitas vezes até começar a aprender o que realmente devemos fazer e amadurecer com os sofrimentos, mas quando aquela fase passa e a velhice se aproxima, chega junto as lágrimas e o pensamento de que poderia ter sido diferente se tivesse agido como deveria ser, sem muita rispidez, fica a enorme culpa por ter perdido boa parte da vida.
Sinto pena de algumas pessoas que vivem em seu mundinho pensando que elas sempre serão autossuficientes e nunca precisarão de seus filhos, ou que seus filhos devem ser criados sozinhos e aprender com a televisão, ou mesmo na escola a responsabilidade que caberia a eles ensinar.
Cada um escolhe o seu caminho... agora quem não tem amor em seu coração, nada valerá a pena!

" Nem todos os homens aprendem rapidamente as lições da vida, mas aqueles que procuram a verdade sabem que a nossa Inteligência deve glorificar a Eterna Sabedoria, cultivando o bem e fugindo do mal. As pessoas que se consagram ás tarefas da fraternidade, compreendendo os semelhantes e auxiliando a todos, são as almas acordadas para a luz e que louvam realmente o nome de nosso Pai Celeste.
O Senhor deseja a felicidade de todos e, por isso, todos aqueles que colaboram pelo bem-estar dos outros são os que santificam na Terra a sua Divina Bondade." (Chico Xavier/ Meimei)

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Hey baby, what's that sound?

E como pode ser um mundo tão pequeno, que nos faz encontrar as pessoas que nem sonhávamos que nos encontraríamos em uma situação como essa, e fazer parte de mais uma vida. Quando digo que se cruzamos a vida com alguém, logo, mais cedo ou mais tarde nos encontraremos de novo, se tivermos algo para compartilhar ou aprender juntos. Digo que, encontrar pessoas nesse mundo redondo, é como virar a esquina e fazer uma nova cena, como se fosse um avanço no futuro. Mundo pequeno!
Posso acreditar que ainda tenho muito o que aprender nessa vida, e que talvez esse medo que as vezes me consome de partir sem ao menos amenizar minha carga para a próxima, pois sei que ainda não completei minha etapa de evolução, tudo isso é um processo que demora, mas que nada está perdido. O Poder de crer que não deixarei muitas pessoas tristes, pois já consigo aprimorar minha maneira de reverter a situação e melhorar o sentimento, não o meu sentimento, mas os dos outros!
E quem saberá... quem precisava vir novamente nessa família para fazer a diferença?? E evoluir novamente em mais uma etapa... mistérios! Se eu soubesse talvez não faria sentido! Mas com certeza, se é mulher, será novamente! E se depender de mim, eu auxiliarei para o seu aprimoramento, e para o meu também.


quarta-feira, 11 de julho de 2012

"Lembra de mim?"



"Sigo o seu caminho tentando entender,
Por onde quer que eu ande eu encontro você.
E é como se me guiasse mesmo sem saber,
E não adianta chamar, e não adianta dizer:
- Estou aqui! Lembra de mim??... "

Que sejam poucos que me amem... mas que me amem verdadeiramente!!

Quando olho as árvores balançando em uma manhã de inverno, lembro como é triste se não tivesse o vento para tocar as folhas das árvores e faze-las balançar, pois elas estaria mais sozinhas, sem ninguém para ama-las um pouco mais.
Acho que eu tenho o dom de confortar as pessoas quando elas estão triste ou precisando de uma apoio, mas eu mesmo não consigo me confortar quando do nada surge um "momento de tristeza", talvez até a tristeza por não conseguir resolver o meu problema e somente o do próximo. E as vezes surgem pessoas que nunca tive um contato, nunca cheguei a conhece-las antes, mas é como se eu já tivesse conhecido, e ficam minutos, horas conversando e contado as suas vidas, e após essa longa conversa saem felizes e me agradecendo. Também me sinto feliz por poder ajudar eles, por ter feito parte de um momento de felicidade dele, dando um conforto e fazendo ele ver a vida por uma nova perspectiva.

Mas, juro... ontem a tristeza tomou conta do meu ser imensamente, me senti impotente, como se eu não tivesse nem forças para falar, nem gritar, era uma dor no meu peito sem uma explicação física para isso, apenas eu acho que meu subconsciente trabalhando contra mim. Pois depois de 3 dias sem saber o que pudesse ter acontecido, veio esse sentimento de tristeza quando entrei em minha casa.

Dúvidas??? Muitas e muitas...

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Não quero ter esperanças!

Perder... é algo tão triste, decepcionante e angustiante em muitos aspectos, e eu sinceramente não queria mais ter esperanças, mas a cada dia fico mais distante, mais longe da realidade, vivendo de lembranças, de coisas e momentos felizes que hoje não fazem parte do meu mundo azul.
Queria poder ouvir você me chamar, e voltar a ser como num relacionamento saudável, mais nem sempre podemos escolher isso, já tentei, já me esforçei, o pensamento muitas vezes não me deixa dormir, e aquela música fica tocando na minha cabeça com um sino para lembrar que você ainda existe.
E as esperanças tão desgastadas conseguem me fazer ficar acordada imaginando que o meu telefone vai tocar, que o dia vai surgir e um passarinho verde virá na minha janela anunciar a sua chegada, mas acredito que os passarinhos não gostam assim de mim, porque eles nunca aparecem e eu não escuto seu canto pela manhã.
Quando a semana acaba, lá se foi mais uma parte da minha história em branco, com uma página que não foi escrita e algo que se perdeu no vento e não voltará mais... E mais uma vez a semana começa e com ela a esperança reina em meu coração e brilha em meus olhos pronta para escrever algo novo e belo que poderia mudar todo esse capitulo que hoje encontra-se com inúmeras virgulas e sem um ponto final.

" Quando te conheci houve um lugar, um tempo e um sentimento.
   O tempo ficou marcado, o lugar será sempre lembrado, e o sentimento jamais acabado."

quinta-feira, 5 de julho de 2012

O Amor Machuca...



O amor machuca, o amor deixa cicatrizes, o amor fere e prejudica qualquer coração que não seja resistente ou forte o suficiente para aguentar muita dor. O amor é como uma nuvem, contém muita chuva.

O amor machuca...

Sou jovem, eu sei, mas mesmo assim eu sei que uma coisa ou duas, que eu aprendi com você.
Eu realmente aprendi muito, o amor é como uma chama: ele te queima quando é ardente.
O amor machuca... 


Alguns tolos pensam em felicidade, suprema alegria, união... alguns tolos enganam a si mesmos, eu acho, mas eles não estão enganando a mim.
Eu sei que não é verdade, o amor é apenas uma mentira criada para te deixar triste.
O amor machuca... 


quinta-feira, 28 de junho de 2012

Passageiro...

Se cada dia que vivemos fosse perfeito eu não seria tão forte como sou hoje.
Enfrentar situações complicadas já virou rotina em minha vida, como aquela velhinha que espera pacientemente que alguém a ajude atravessar a rua, mas nem sempre aparece alguém para ajuda-la, e os carros correm como se fosse uma ambulância em alta velocidade levando um paciente para o hospital, ela esperando pacificamente o sinal fechar e vir uma alma boa e ajude em seu trajeto.
Acho que me sinto uma pouco assim, com medo de enfrentar algumas coisas, mais ao mesmo tempo esperando que as coisas se resolvam, pois sei que isso não acontece se não mudarmos o nosso caminho.

terça-feira, 19 de junho de 2012

The Perishers - Pills

"One may think We're doing fine But if I had to lay it on the line We're losing ground With every passing day We're not ok."

terça-feira, 12 de junho de 2012

Como pode? Que dia é esse?

Então hoje queria dizer algo, talvez até entregar-lhe um presente, uma lembrança, uma mensagem, ou um chocolate. Mas me calei, senti um frio na barriga, uma coisa de início como se fosse alguém que eu não conhecesse e como dizia aquela frase do Charlie Browm: " Ela está apaixonada!", pois é, acho que sempre estive, mas quando chega essas datas onde parece que o mundo conspira contra mim, me sinto sem reação, e ao mesmo tempo querendo fazer tudo, sair gritando por aí, o quanto o amo e sinto sua falta.
E o medo da reação? Isso é o mais temível entre os meus medos, medo de uma possível reação nada agradável e uma frustação ainda maior. Porém se não tentar como dizer que haveria reação?
Esses sentimentos me atormentam, quisera eu não senti-los, não deseja-los e não sofrer, mas que graça teria uma vida sem um amor? ...Nenhuma.
O AMOR move os corações, induz a tantos outros sentimentos, manifesta os desejos, constroi as vidas e une as pessoas, mantém a harmonia e alegra os dias. Me sinto assim, só que ao contrário, talvez!
Nunca deixei de amar, acho que omiti em muitas ocasiões pensando que seria melhor viver sem o AMOR de alguém em minha vida, pois como todo AMOR, quando ocorre as inperfeições dos sentimentos, há um declínio no relacionamento. Então pensei que fosse melhor viver sem isso, mas como deixar de sentir um sentimento pela cabeça, se o coração não obedece? ... Impossível!
É, Te amo a todo momento, mesmo às 4h da manhã quando acordo, já estou pensando em você, se eu escrevesse músicas de AMOR, talvez essa seria a melhor hora e as melhores músicas já escritas, de sentimento verdadeiro e com o mais puro AMOR.
A música sempre esteve mais presente no rádio como um despertador para os momentos, a influência que isso acontece pode ser considerada incrível, chega a virar um vídeo clipe romântico passando lentamente conforme a melodia vai tocando, chega até a ser uma viagem pelo passado ou até o futuro.
Minha imaginação o traria até aqui ao meu lado, mas como não tenho o poder de teletrasportar, fico apenas com a sua sombra e o seu cheiro que contagia, como uma mágica de AMOR.
Se eu conseguisse reverter meu medo, hoje poderia fazer toda a diferença! Acho que realmente preciso reagir, caso contrário vou acabar vivendo no vácuo e deixando a minha vida com as páginas todas em branco daqui pra frente e isso se tornaria uma triste vida!
Oh, Não! Preciso ir e deixar o NÃO se transformar em SIM ou um Talvez! Quem sabe tudo valerá novamente a pena... como a lembrança de uma abraço, que vale mais que mil palavras.



domingo, 3 de junho de 2012

Não sei o que dizer nesse momento...


Quem diria, um sentimento tão distante mas ao mesmo tempo tão perto do coração, me faz viajar por entre meus pensamentos e me sentir feliz.  Ouvir essa música também é muito bom, talvez eu realmente esteja pronta, o tempo passou e cada página de nossa vida nós faz crescer um pouco mais.
Quando tento esquecer de algumas coisas, mais eu lembro delas!


quinta-feira, 24 de maio de 2012

Se meus sonhos durante o sono fossem a realidade pela manha, tudo seria perfeito!!!


Quando acordo e olho para o lado e vejo que tudo que vivi foi apenas um sonho, penso que a realidade a partir disso seria de muita felicidade, pois em meu sonho posso senti-lo como se estivesse presente, escuto sua respiração e vejo seus olhos, suas palavras são como uma brisa...
Mas em meus sonhos tudo reflete ao mesmo lugar, lugar este que vivi quando tinha 12 anos, uma casa velha que existe ainda, no mesmo lugar e com a mesma estrutura, só não consegui entender a relação disso com meus sonhos e tudo o que vivo, pois na  verdade tem um significado e eu ainda não consegui achar uma explicação para tal, mas que se torna estranho, se torna muito... e ainda mais quando você faz parte desse sonho também, como seu nossa ligação fosse coisas de outras vidas mesmo e não somente desta vida que estamos hoje, pois algo maior acontece, não consigo esquecer você nem por um instante, já tentei arrancar sua imagem e me separar do seu ser, mais isso não se torna possível, sendo bem mais forte do que eu, e eu sei que em você o mesmo acontece, não podemos nos desligar, temos que continuar...
E agora pensando em outra historia...
- Como eu consigo me acostumar com as pessoas que me odeiam apenas por elas não serem eu?
Pergunta difícil de se responder... um beijinho a todas elas!

domingo, 20 de maio de 2012

Eu nunca tinha reparado.


Naão aguento mais ficar nessa, meus finais de semana são sempre iguais, nada muda, e quando muda me estresso por pouco, mais eu apenas precisava de uma pessoa que eu pudesse contar sempre, digo, todos os dias, sinto uma falta...

domingo, 13 de maio de 2012

I' m no Superman...


Nada ficou no lugar desta vez, muitas coisas ficaram espalhadas no chão pelo vento que passou e derrubou tudo que se mantinha de pé, a casa ficou toda suja, então o jeito seria arrumar tudo novamente pensando em mudar o ambiente, dar um novo ar, tirar as coisas de seus antigos lugares e refazer... Pensei que eu fosse mais forte desta vez e conseguiria arrumar tudo rapidinho como em outros momentos onde ventos foram intensos também, mas eu não consegui simplesmente assim...
As prioridades foram alteradas, as provações maiores acho que iniciaram... e ainda ser mãe! Ah, como eu queria encontrar mais forcas escondidas em meu ser, mais energias positivas nos ambientes para eu poder me fortificar e não ter que andar com uma armadura toda vez que chego, poder olhar para as pessoas e ver a verdade em seus olhos, acreditar no amanha que tudo se renova... Onde se escondeu a caridade e o amor nas pessoas?? Acho que ficou em um outro momento! Estou aprendendo como se fosse o inicio de tudo como sobreviver nesse mundo.

E o meu amor??... Acho que sempre foi de outros mundos, e mesmo que eu negue e diga que não sinto, eu sempre vou sentir algo, porque não parte do meu espirito de hoje e sim outrora, acredito que os laços serão eternos, os caminhos sempre estarão traçados e marcados, porque a missão também se faz nisso, tudo em nossa vida tem significado, se encontramos e conhecemos pessoas nessa vida, tenho certeza que ja mantínhamos contato em outro mundo, apenas devemos tentar fazer um novo fim, porque o começo vai bem alem do que imaginamos... e nesse momento eu apenas queria poder fazer um novo fim, mas somente sinto saudades dos momentos bons vividos, se continuarmos ainda em nosso processo evolutivo, eu quero ainda estar ao seu lado para o meu processo evoluir, diminuindo o sofrimento que isso tem causado em minha vida e na sua.
Como dizia aquela pergunta: Ainda me ama??... e a resposta: Sempre!!



                                         

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Esse mundo gira tão rápido!

Hoje pensando e repensando como somos surpreendidos por situações que nem esperávamos que alternasse tão rápido seu percurso de vida... a vida realmente nos surpreende a cada dia, se em um dia estamos com problemas que aparentemente parece não ter como achar uma solução, em outro dia isso se transforma, a modificação acontece como se aquilo que nos deixava aflita não tem tanto sentido. Mas como sempre, eu  sofro com antecedência, sofro antes o desnecessário.
Os sonhos são muitas vezes reveladores e tristes, mas no fundo nos mostra com antecedência o que iremos passar, de certa forma parece triste, mas analisando por outro lado não são tristes, são momentos que nos aparecem como se já soubéssemos o que irá acontecer, por isso posso dizer que nunca tive sonhos sem pé nem cabeça, todos me revelaram muitas coisas e sempre são como um presente, seja ele aceitável ou não.
Em meio a isso, meu pensamento vai longe... e hoje estou com sono, ou será que o clima ficou pesado, na verdade as pessoas acabam encontrando outras pessoas em outros ambientes, e quando retornam ainda estão carregadas dessa energia, então eu acabo sentindo isso involuntariamente e depois acabo neutralizando essa energia, mais enquanto isso não acontece fica abrindo muito a boca como se estivesse com sono terrível.
E de repente me bateu mil tipos de medos quando recebi uma notícia assustadora....
E assim para mudar essa sensação, segue uma foto do tipo de homem que eu acho bonito e admiro ele - Pierre Bouvier. (bom, gosto é gosto, e isso é meu gosto!).




segunda-feira, 7 de maio de 2012

Hoje o dia se resume a tranquilidade de estar sem a presença de algumas pessoas para me fazer sentir triste!
Então o dia ficou lindo e azul, e o sol brilhou o dia todo! =)


sábado, 5 de maio de 2012

Quantas vezes vai ser assim???

Quando essa pergunta aparece, não encontro uma resposta correta para tal, pois quando tudo parece ter mudado, melhorado, o comportamento, as atitudes e as gentilezas, a lua muda de posição e tudo volta na estaca Zero, e os comportamentos mudam tanto que parece que estou em um campo de batalha, pronta para erguer meu escudo e me proteger de uma avalanche de criticas que começam...
Tento entender porque isso acontece, mas desde a semana passada não encontrei um significado real para isso, como isso me deixa triste, desanimada, sabendo que tem pessoas que precisam humilhar, rebaixar algumas pessoas para se sentir melhor e descontar suas angustias de uma vida desregrada, porque??
Sinceramente essas pessoas são apenas entulhos de relacionamentos e problemas que elas mesmas não conseguiram resolver, e sua cabeça ao invés de trabalhar para melhorar a vida, tem piorado mais ainda sua passagem aqui na terra... a pior parte disso tudo? Elas estão presentes na minha vida, me fazendo sofrer, em um involucro como de um gerente, um colega de trabalho, um amigo falso, ou mesmo sendo parte de uma família, sendo um pai apenas no nome.

Fico uma mensagem de Martha Medeiros:


Simpatizo cada vez mais com quem nos ajuda a remover obstáculos mentais e emocionais, e a viver de forma mais íntegra, simples e sincera.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Tu és rica e não sabes...



Revelações são interessantes, mas as vezes sem entender o que isso possa realmente transmitir, assim como essa breve explicação: 

" Os Espíritos que vemos em sonho, que nos testemunham afeto e que se nos apresentam com desconhecidos semblantes, são alguma vez os Espíritos amigos que nos seguem os passos na vida. Muito freqüentemente são eles que vos vêm visitar, como ides visitar um encarcerado."


Ultimamente tenho tido sonhos estranhos, com espíritos que não vejo e com roupas coloridas e usadas em uma casa velha, mas não sinto medo porque o espirito não me dá medo, eu até faço algumas orações para ele encontrar luz, mas que isso é muito estranho, com certeza!


Então pensando no que tenho vivido acordada, alguma coisa realmente tem sentido, primeiro me decepcionando com pessoas que eu não esperava, depois outras sendo bipolar, e logo em seguida para completar tem aquelas que me acham que são o dono do pedaço, a última bolacha estragada do pacote, e agora só falta aquelas com ataques de loucura que estou esperando para assistir de camarote... e isso não irá demorar muito tempo! Vai ser um Show!!!!





quinta-feira, 26 de abril de 2012

Sorriso Maroto - Ainda Existe Amor em Nós

      Realmente Pagode não é minha paixão, não curto nada isso, mas essa música eu gosto, gosto da letra, da melodia... me faz ter boas lembranças, então resolvi por ela aqui, porque depois do último dia, acho que matei o meu amor com um tiro na cabeça, e bem mais que de repente escuto essa música e tudo me atormenta novamente. Poxa! Se eu pudesse determinar as pessoas que passam na minha vida, eu com certeza teria feito diferente, mas como dizem " todos que passam hoje por nossa vida, já passaram na anterior", então fazer o que??... Temos que tentar fazer o melhor desta vez, ou suportar as dores que sentimos em nosso coração! Mas será que eu ainda tenho um coração inteiro??? Acho muito dificil nessas horas, nem os cacos eu estou conseguindo unir para colar ele mais uma vez e entrega-lo inteirinho novamente para quem sabe me fazer feliz!
Só quem passou por isso entende alguma coisa do que escrevo....







domingo, 22 de abril de 2012

Essa GIF foi uma maneira de me expressar referente ao amor que eu ainda esperava, o que isso iria me ajudar agora?? Porque pensar em não magoar as pessoas, se muitas vezes elas me magoaram e não pensaram em minha pessoa e somente em si próprio, então dessa forma se o sofrimento aconteceu e eu estou sofrendo sozinha porque tento não magoar as pessoas, e acabo sofrendo mais ainda por não compartilhar isso... pois, chegou o momento de compartilhar, diminui minha angustia e faz eu pensar nos outros como em mim mesmo! Depois do sonho que tive, cheguei a conclusão que não adianta ficar guardando palavras, quem sofre sou eu, é importante sim falar sem deixar para amanhã.



quinta-feira, 19 de abril de 2012

E agora Menina??

Hoje o dia está estranho, com muitas e poucas coisas acontecendo... Coisas novas e outras surpreendentes e não esperadas, mas boas para se pensar e viver! Quando se tem uma força, um braço para segurar parece que tudo flui, as cargas até parecem menores, me sinto mais confortável hoje após uma conversa adorável com essa senhora, sinto um sentimento bom, algo que vai acontecendo toda vez que a encontro, e conversamos... Se todas as pessoas que tenho encontrado nessa vida fizeram parte da minha vida passada, fico feliz com algumas que estou conhecendo agora! Se outras se foram e me fizeram crescer, vem outras e me ajudam a seguir o caminho.
Depois que comecei a ler o Evangelho segundo o Espiritismo, vejo por outro lado como as coisas são, e as nossas consequências, os nossos atos e vidas, está me fazendo refletir melhor uma maneira de entender o comportamento das pessoas ao meu redor e o significado de cada situação passada. Sempre gostei do Espiritismo, apenas não sabia como lidar com isso, com as emoções sofrendo muito com meus próprios pensamentos, mas conforme vou aprendendo posso aprimorar-me.
A pessoas são meras merecedoras ou não de coisas boas, mesmo que exista muitas pessoas más, ela apenas não evoluíram o suficiente para se tornarem boas, e não aprenderam com o fogo da vida a ser tornar uma pipoca branquinha e pura. Ensina-las faz parte de nossa trajetória, nos trás benefícios e nos faz crescer também, por isso digo que amo muito meus filhos, eles me fazem a cada dia aprender mais e mais, e a outra parte que seria o pai, talvez me trouxe mais problemas para suportar, mas me fizeram ser forte, e se não faz falta, o importante é somente o AMOR que ficou.
E a ponte ainda continua sendo construída...

terça-feira, 17 de abril de 2012

Somente a Solidão tem me acompanhado...


Como disse Kennedy:
"Ter coragem não é algo que requeira qualificações excepcionais, fórmulas
mágicas, nem combinações especiais de hora, lugar e circunstância.
É uma oportunidade que mais cedo ou mais tarde é apresentada para cada um
de nós."



Isso me faz pensar no que vivo cada dia, em uma nova descoberta de como eu posso ou não ser forte nessa caminhada chamada VIDA, as vezes me deparo com situações que me desesperam profundamente, outras vezes me reergue para dizer que a vida continua como um novo aprendizado.
Tenho sentido muita solidão nesses últimos meses, uma agonia incansável, noites sem dormir, um desespero de enfrentar algo novo, pensamentos a mil quase entrando em parafuso com meus sentimentos, não entendo, já tentei, mas o sufoco me cansa, as dores da vida se tornaram tão pesadas que mal consigo carregar em meus ombros doloridos, as marcas estão visivelmente presentes em meu rosto, as lagrimas que modificaram minha aparência continuam rolando...
Um dia, talvez eu possa olhar para tudo isso e sorrir, entender o porque passei, como suportei e até onde eu consegui chegar com toda a coragem que pudesse, isso me moldou para ser como sou.