terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Descartar?

Quando foi que os sentimentos se tornaram objetos descartáveis, que simplesmente se usa e esquece no dia seguinte? Quando foi que dá para não lembrar da pessoa que era especial em sua vida, em um simples piscar de olhos?  Quando foi que se pode trocar de relacionamento como se troca de roupa? Quando foi que entrar em uma outra história hoje, faz apagar a história que se vivia a dias atrás? Quando é que chamamos de amigo, quem um dia aprendemos amar? Quando é que existirá uma maneira de não sofrer com separações? Quando é que todas as perguntas terão uma resposta?...  simplesmente não terá nenhuma resposta! Os sentimentos não são apagados com borracha ou corretivo líquido. Eles ficam guardados por longos períodos, até uma vida toda!
Só a dor que ameniza com o tempo, mas tudo tem que ser vivido em plena fossa, sofrer, chorar, para assim resgatar a autoestima e continuar a vida...
Muitos não entendem essa dor, mas cada indivíduo sente a dor de uma maneira,  é uma dor invisível que vai passar, mas antes machuca e ninguém vê...
Mas, chega de dar lições de moral, não ajuda em nada, pelo contrário piora o quadro cada vez mais!

sábado, 28 de dezembro de 2013

O amor morreu...

Hoje o céu estava tão lindo, o sol tão quente, então resolvi matar o amor, escondi minha dor e o matei. Arranquei todas as raízes que estavam cravadas, saiu muita terra, ficaram buracos enormes, mas com toda a chuva que vai regar o solo, os buracos aos poucos se fecharam e se tornará um solo árido e sem chance de nascer flor.
Vai ser melhor assim! 
Quando todas as chances de transformar aquela flor sozinha,  em um belo jardim se esgotou, restou apenas arrancá-la e deixar sobre o sol quente, para ver seu fim...
E o coração deixou de existir, a alegria não faz sentido, nada tem o colorido de antes, apenas uma sombra escura que perpetuará por séculos.
Talvez a resposta seja somente essa... Solidão!

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Quem um dia irá dizer...

Se existe uma explicação para tudo o que acontece em nossas vidas, como encontrar respostas quando nos vemos diante de uma dificuldade da escolha, como saber que escolha será a melhor, que escolha vai ser a definição do caminho a ser seguido...
As vezes queremos desapegar de coisas, de situações, de pessoas... mas, quanto mais distância tomamos disso, mais próximos ficamos, porque existe um pensamento, uma linha tênue que nos liga aquela acontecimento que não desprende de uma maneira fácil. Por mais que queiramos desvincular, o fato de pensar muito, trás tudo novamente para o cotidiano da realidade que nos encontramos.
Então, acreditamos que isso está acontecendo novamente, era porque estava previsto, que era para ser??... Como acreditar que desta vez tudo será perfeito, que tudo dará certo?? Somente tentando.
Se a vida te trás pessoas, te mostra caminhos a serem seguidos, é porque está exatamente descrito da maneira correta, da maneira que temos que viver, da maneira que encontraremos o nosso crescimento, a nossa evolução pessoal. Então, acreditamos que tudo tem um belo significado, uma razão qualquer para nos mostrar muitas respostas de perguntas que nem lembrávamos mais que tínhamos feito, mas, elas haviam sido feitas em algum momento, lá no passado... Agora só nos basta prestar atenção nas respostas que chegaram, observar que se existe pessoas na sua vida neste momento, é porque elas deveriam estar ali.
E se simplesmente o percurso que for escolhido não corresponde a o que você vive hoje, seu futuro estará sendo alterado, e nem sempre se pode voltar e corrigir o erro que ficou para trás. Pense bem, se existir duas portas para serem abertas, sempre a mais difícil será a porta certa!
Enquanto você não analisa as respostas que chegaram até você e fica em busca de algo que nunca vai existir, insistindo em erros, que nunca chegarão a lugar nenhum, seu percurso pode estar sendo interrompido neste momento. Onde você chegará no final do túnel??
Em breve, muito em breve... sua vida não passará de apenas lembranças... algumas doloridas, outras felizes a ponto de fazer você sorrir do nada. Se deixar a embarcação passar, a água pode não voltar...

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Vazio Existencial...

Final de ano a pior fase de uma vida, a tristeza mais doida, o desanimo mais sentido, nenhuma resposta para esclarecer essa dor, apenas ela existe. E todo ano será igual, uma afastamento das pessoas, um isolamento de festas, de alegrias, pois te remete a tantas coisas, e Você sabe que a sua vida não tem sentido.
Se durante o ano todo tudo estava tao bem, quando chega novembro e dezembro tudo cai por lama, você vive uma tristeza que não sabe de onde vem e porque ela acontece, mas quando essa fase passa, a tristeza passa junto. Nunca consegui entender porque passo por isso, de maneira cruel, de querer desaparecer, de ficar congelada no tempo até tudo acabar, até aquela fase de final de ano, festas e recomeço passar...
Existe um vazio existencial enorme... e agora qual o sentido da vida?
Nessa fase, perco pessoas... perco amigos, perco tudo, perco até a dignidade de continuar vivendo... Perco a vontade de trabalhar, de acordar e de comer, a vontade de falar, de interagir com a sociedade, de conhecer pessoas e de manter a aparência de felicidade. Não que não exista os sentimentos de amor, pelo contrario, eles existem guardadinhos em uma caixinha, mas que a realidade do momento, faz ele ficar paralisado, pois se remexer muito neles agora, se está faltando um pedaço, ele causará maior dor ainda, então ele ficará lá quietos até tudo voltar ao normal.
Só queria que as pessoas não me deixassem ir, as pessoas especiais na minha vida, as pessoas pelas quais eu me afastei, me isolei, deixei que a distancia tomasse conta, pois a minha tristeza somente aumentou quando deixei que os meses me consumisse como agora estou... não foi por que tinha que ser, e sim porque todo ano é assim, ninguém entende...
“Quem vai cuidar da menina triste? Quem vai levar de prêmio seu amor? Quem tem coragem de assumir o desafio e o coração pesado? Apostem suas moedas, esperem o próximo capítulo. Enquanto isso, a menina também espera, e esperar dói.” 

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Tenho me perguntado.

Quantas vezes tenho me perguntado, qual o sentido de estar aqui? E não vejo uma resposta adequada para explicar tamanha complexidade...
As vezes tudo desmorona de uma maneira, que nem cair no chão amortece a queda, caímos logo em um precipício, tão fundo que o retorno até a superfície demora meses, ou até anos...
E de quanto vale a pena continuar nesse enredo? Se as leis de Murphy são tão favoráveis nessa hora.
Então quando vc realmente pensa que tudo muda de lado, você vê que foi apenas um momento, onde uma nuvem passageira cobriu o sol, trazendo a noite...
E você sente nitidamente que a comunicação que está sendo enviada para você,  vem constantemente alterada, e que ao invés de trazer uma paz, te encobre de dúvidas e desespero.  Você sente o cheiro, escuta, sente, pressente, e tudo atrapalha em seu coração..
Mesmo que você diga não sei de que maneira posso ajudá-la,  ela estará ali do seu lado,  te enviando todos os sinais...

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Fiz uma reserva no ônibus das 3...

Não sei quando será a ultima postagem, os dias se aproximam...

Encontro-me nos piores meses do ano, os meses que eu deveria simplesmente dormir e dormir, e somente acordar no próximo ano. Os meses mais tristes da vida humana, onde nada faz sentido e tudo acontece ao mesmo tempo, os meses que você afasta todo mundo da sua presença, os meses que você não vê graça nem no por do sol, que você quer gritar aos quatro cantos a sua tristeza e solidão, que você quer um abraco apertado e alguém que te fale: - Tudo ficará bem! Os meses que você quer esquecer, sumir, desaparecer ou mesmo se jogar de  uma ponte bem alta e a sua vida passar como uma novela diante dos seus olhos, e quando chegar lá embaixo sua dor desaparecer. Os meses que não precisariam nem existir no calendário.
Os meses que te maltrata tanto, que você deixa de ser aquela pessoa boa que você foi o ano todo, você maltrata a si mesmo, magoa as pessoas e chora tanto que ate a cor dos seus olhos mudam, a visão embaça, a voz some, a tristeza cresce, meses esses que você faz coisas que normalmente não faria em qualquer época do ano... Os meses do desespero, da vida sem sentido, do amor que some e da solidão que se apodera. Os meses que você não consegue fazer nada vingar, alem  de palavras insinceras de um coração falido, de um coração ferido, machucado e ao mesmo tempo cheio de amor guardado.

Tudo o que da você conseguiu até agora, você simplesmente acaba com tudo, que não existe a felicidade que tanto você viveu, o sorriso desaparece, fazer amizades já não se torna uma situação agradável, estar em contato com o externo te faz sofrer mais. Se existisse um isolamento onde você pudesse se congelar, não restaria duvidas, eu estaria lá!

Mas eu ainda continuo me perguntando, porque os meses tem que ser assim?

Quando é que é mesmo que eu vou ser feliz o ano inteiro?

Talvez a resposta seja, no dia que não existir mais a minha presença, tudo acabar exatamente da maneia correta que tem que ser! Sem lembranças de minha pessoa, pois sou apenas um grão de areia sendo substituído por outro bem maior... sem amor!



domingo, 17 de novembro de 2013

Atitudes

As vezes sinto um desconforto imenso em algumas conversas, algumas pessoas, e situações...  se fosse fácil entender o que se passa na cabeça da criatura humana, eu entenderia melhor o que se passa dentro de meu ser. Quando existe sentimentos verdadeiros durante a vida, só se tornará mais fácil não sofrer, não estar em desconforto quando acontece uma reciprocidade, um afeto sincero... Caso contrário, será uma imensa ilusão continuar alimentando o vento, as palavras irão embora para bem longe...
Mesmo que cada dia podemos conhecer uma nova pessoa em um lugar qualquer, se não existir a sintonia de sentimentos,  de pensamentos...  ficará apenas um vazio! Vazio de um olhar distante,  de uma presença que não faz a menor diferença, e o dia ficou igual ao anterior... Sem graça!
Encontrar alguém que faça seu coração vibrar, seu corpo tremer e sua pele arrepiar, é quase como achar uma agulha em um palheiro, ganhar um jogo na loteria... E quando isso acontecer, a felicidade só será igual se a música der a continuidade da melodia, se isso não ocorrer... Será apenas uma letra sem sentido, e aumentará o sofrimento do seu coração.
E afinal, para que existe um coração?  Se o correto era congelá-lo, e apenas sobreviver... Sem dor, e sem amor! Que vida!

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Sangrando...

Meu coração está sangrando, a dor é inevitável e inexplicável,  como um pedaço que foi arrancado restando apenas as lembranças...
Uma dor quase alucinante que te transporta para a escuridão de um túnel secreto onde só você sabe encontrar a luz novamente. Mas enquanto isso, os fantasmas assombram tanto sua cabeça que é quase impossível dar um passo a frente. Que aquelas palavras ditas antes da partida ficam ecoando como um disco quebrado, te torturando, arrancando todas as lágrimas de seus olhos...
Sua cabeça dói,  seus olhos ardem, sua vida já não é mais a mesma,  dormir ficou uma questão de tempo...  tempo que levará até todas as lágrimas secarem, e assim o coração ficar trancado e se tornado de pedra.
Aquela sensação de perda, de não ver mais graça nos dias, nem nas noites, trazendo um desconforto imensurável, que somente o tempo para curar a dor de um coração partido.
Então você segue, a vida passa, o caminho continua, mesmo que aquele olhar nunca mais será o mesmo...

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Já aprendi...

Não existe falta de tempo, existe uma falta de interesse...  quando as pessoas perdem o interesse pelo que antes era bom, era legal, agradável.  Nem sempre todos ficarão felizes com essa atitude. Existe sim, a dor mascarada ou escancarada daquele que ficou para trás... Daquela lembrança de algo que era e hoje não é mais...
Saudades de momentos marcados pelo pensamento de um e esquecido pelo coração de outro. A enxurrada levou tudo para longe, perdendo-se  em novos desencontros, no muro que foi se erguendo tanto, que o coração sangra de tão apertado que ficou!
Tudo que antes era luz, música para os ouvidos, ficou apenas em uma lembrança distante. Se antes a presença era confortável.. . Agora a distância faz estragos enormes.
E quando a indiferença cresce, como ficar bem diante dos ruidos  do silêncio que se perpetuou entre nós! Para que dizer que sente saudades,  se não existe a importância do ser amado. Ele encontrou vários ninhos para pousar, já que um aconchego não foi suficiente para acalmar sua dor, e trazer alegria constante.
Onde estará a vontade de entregar algo tão precioso novamente,  que é o AMOR, a alguém !? Se ele sempre vai ser pisoteado até tornar pó, endurecendo seu coração,  maltratando seus olhos... Quando tudo acabar em um dia qualquer...
Triste!!

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Que passe logo!

A vida é cheia de fases, algumas boas, outras não tão boas assim.  Um dia feliz, e no outro querendo sumir... Desaparecer na multidão, se esquecer e não se encontrar por dias, meses ou anos... Ficar invisível, apagar sentimentos, esquecer pessoas, momentos, lembranças, cheiros... Acordar em outro lugar, com novos olhos... Vegetar!
Olhar novos horizontes, não lembrar de nenhuma imagem, nenhum rosto, nenhuma presença, não ver redes sociais...  nem nada triste,  nem uma foto, nenhuma mulher...  nenhum olhar, nada simplesmente...
Não se importar com as pessoas,  não amá-las mais por isso, não sentir, será que se pode arrancar um coração?  Desejo que tire sem anestesia será uma dor menor daquela que já sinto com minha insegurança instalada.
A felicidade é um momento,  uma fase isolada, é um prazer centrado, algo que não cria sentimentos, mas não consigo ser assim,  vivendo de ilusões, em cima do muro, vendo histórias acontecendo e ficar com cara de paisagem...
O fato de pensar demais,  já me faz ser uma pessoa diferente. Sem ânimo então,  tudo já era...
Preciso me recompor... 

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Que chatice!

Vivemos a procura de respostas, perguntas e uma aceitação na sociedade. Conhecemos pessoas, aturamos muitas delas, outras gostamos, outras nos afastamos. E em cada situação aprendemos um pouco de nós, de quanto somos fracos ou fortes para seguir por novos caminhos ou continuamos no velho lugar. Acreditamos em palavras, promessas, e nos iludimos ou nos surpreendemos. Vivemos em um mundo tão complicado que quando pensamos que tudo está indo bem, surge um obstáculo enorme que então se respira fundo e escala o muro para chegar do outro lado, todo esfolado, machucado e com sede...
Então, você se renova esquece as dores e continua a caminhada, deixando as mochilas, as pedras que te atacaram, e ilumina o seu caminhar para encontrar o sol que tanto se almeja.
Depois do amargo das pessoas que você encontrou, abre um chocolate e degusta como se fosse a melhor coisa que pudesse acalmar o seu coração! Chacoalha a poeira e voa até o infinito...

domingo, 29 de setembro de 2013

Por você!!

Então ficou a sensação de um vazio deixado, sentido... Quando você percebe que nada está sendo igual aos momentos vividos, que a distância tem tomado conta de alguém que tanto lhe fazia feliz, de alguém que você gosta tanto que até prefere esconder,de alguém que se tornou tudo no seu mundo pequeno, que faz parte do seu melhor presente... Então, o vazio que vem se instalando dia após dia, te maltrata, te feri, te faz chorar, te faz perdida pelo caminho...
E aquele encanto, aquele sentimento de tê-lo por perto te faz aceitar as tristezas da mesma maneira que chegam, pois você não quer perder novamente uma parte do seu coração. Mantem uma imagem fria, que não liga para nada que se apresenta, mas por dentro você está em pedaços, escondendo seus sentimentos mais lindos, quando o que mais queria era gritar para todo mundo o seu amor por ele, e o quanto você sente a falta dele no seu dia a dia.
E assim os dias se vão, e você não sabe se desisti desse sentimento ou tenta mais uma vez! Todo dia é uma tortura, e chorar já virou rotina, pela saudade que causou, pelo amor que sente, que o seu coração já não responde mais a sua cabeça.
Então você diz não para ele, tentando mascarar o seus sentimentos, tenta viver o presente, sem esperar muito do futuro, tenta abrir seu coração e conhecer outra pessoa e assim esquecê-lo, mas o que você consegue fazer é lembrá-lo ainda mais... 
Se o amor é algo lindo, por que não pode ser correspondido na mesma proporção?... 

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Memórias perfeitas espalhadas pelo chão.

Quando penso na frase de que as "pessoas são substituíveis ou que elas são iguais". Chego a conclusão de que ninguém é igual e existe alguma coisa em cada ser que destaca a diferença entre eles. Pode ser que um tenha os olhos lindos, outro que tenha uma voz forte e presente. Um tem um cheiro inesquecível, outro um beijo sem igual. Um tenha conselhos que acalmam, outro um abraço confortável. Um te mande músicas, outro te mande poesia. Um te elogia, outro te faz suspirar. Um te faz admirar a paisagem, outro te faz viajar. Um te trás luz, outro te mostra a paz. Um te faz sonhar, outro te faz sorrir. Um te faz ser melhor, outro te faz crescer. Um te faz amar, outro te faz sorrir a toa. Um te trás chocolate, outro te trás flores. Um afaga seu cabelo, outro te motiva a cortá-lo. Um te inspira, outro te faz suspirar.
E entre essas diferenças que existem, pode se dizer que realmente ninguém será substituível. Ficará as lembranças, a saudade, e a busca de encontrar em outro alguém as mesmas qualidades vivenciadas e sentidas.
E ficará sempre a certeza de um vazio não preenchido, de algo que  alguém deixou, e talvez  seja seu combustível para seguir... E somente um bom sentimento te mantém vivo.
Memórias perfeitas, espalhadas pelo chão...

sábado, 21 de setembro de 2013

Eu só quero esquecer!

Às vezes você vem passando a imagem para as pessoas que você é forte, que você esquece as coisas, que você supera tudo e suporta mais ainda, mas isso é apenas uma imagem. Não se pode ser forte o tempo todo, não se pode levar a vida nas costas sozinho. Existem sentimentos em tudo, existem a falta deles também, existe a saudade, a tristeza, a falta de carinho e onde você faz um teatro que não sente nada disso, como se fosse autossuficiente, que não precisasse de nada, nem ninguém.
Mas, chega um momento que é difícil continuar com a encenação, que é difícil mostrar que você está feliz, e por dentro existe um vazio imenso, te levando para o precipício! Que te consome os pensamentos, te tortura tanto, que você deságua em sua solidão.
A vida toda você tem feito isso, sendo "feliz", mas o feliz não existe, somente aparências. E quando você acredita que realmente poderia ser feliz, a vida te mostra que não chegou a hora, aliás a hora nunca chega e você se fecha mais ainda em seu mundo imaginário.
Algumas pessoas tentam dizer que você é especial, que é importante, tentam te impressionar, mas o que você faz é afastá-las para longe, muito longe... Elas não te fazem feliz, elas te entristecem, e você que sempre quis ser feliz não consegue enxergar além do que pode...
Existe sim, alguém que mexe com seus sentidos, e ao mesmo tempo não. Pois você sabe que não tem uma outra maneira de ser feliz, e então você fecha o seu coração impossibilitando de outra pessoa entrar, os dias passam e tudo continua uma eterna solidão, sem motivos, sem objetivos, e você vive com a mesma aparência, disfarçando tristeza e enganando seu eu interior, a ponto de não querer mais viver.
Eu só quero esquecer algumas pessoas!!!

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Merecer ou não?

Fiz o que é preciso para ser feliz, trazer a felicidade nos momentos de minha vida. Mas não sei até que ponto tenho que ser forte, segurar todas as ondas e não desaguar no rio que me leva. Estou cansada dessa vida, onde não existe sentimentos verdadeiros, parece que tudo gira em torno de um simples desconforto de buscar mais. Te projetam como um objeto,  ou um objetivo, te deixam triste e não se pode demonstrar como isso machuca. Cansei dessa história, dessas pessoas, meros hipócritas que se acham a última bolacha do pacote. E o grande favor que eu teria solicitado para Deus, talvez não fizesse meu caminho invadido por esse tipo de pessoas, e me libertassem desse incômodo que passo frequentemente encontrando tais situações.
Sinto falta de algo que me complete, que traga luz para o túnel que me encontro, mas sem pressão, sem chatice, sem maldade e muito menos intenções frustradas, só o belo e o verdadeiro teria o seu valor. Eu quero viver uma realidade do sonho que trago no coração!

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Mas não desista!

Até quando acreditar que o acaso me pertence? Até quando entender que tudo acontece exatamente quando deve acontecer? Até quando sentir que você pode ser feliz? Até quando a vida pode ser surpreendida, ou só seja uma parte boa reservada em momentos para você?...  Procurei a minha vida toda um motivo para viver, para ser feliz! Quando os filhos chegaram pensei que o vazio estivesse preenchido, mas descobri que somente parte dele estava e que a busca não deveria parar. Então, pensei que as lágrimas seriam secas quando encontrasse algo que fizesse meu mundo colorido. E quando olho para trás vejo que a solidão sempre esteve ao meu lado, me impedindo de fazer a escolha certa. Me subestimei quando disse ao meu coração que a vida não tem sabor, nem cheiros, apenas lembranças...
E quando me deparei com a vidraça, vi que era somente o meu reflexo o tempo todo, que as barreiras não foram quebradas, que os monstros ainda estavam escondidos debaixo da cama, e que não ouvi alguém na porta bater, estando ocupada demais com os obstáculos e simplesmente deixei aquela alegria do lado de fora. Criei chances para ela voltar, mas o meu coração já não escutava mais seu nome, e só a escuridão tomou conta do lugar.
Tentei acender novamente uma vela, mas me dei conta que o frio não deixava ela acessa por muito tempo, foi então que resolvi acender a lâmpada e chamar seu nome através de uma doce canção, que quando você ouviu, encheu tudo de alegria e trouxe uma presença tão viva que fez a vida ser perfeita mesmo faltando um pedaço do coração.

domingo, 1 de setembro de 2013

Entre tantos...

Entre tantos elogios, brilhos, cheiros e cores... Apenas encontrei o aroma da brisa que levemente toca meu rosto, que acaricia meu corpo e me revitaliza o dia. E com chegar da primavera, tudo se tornaria tão intenso que até um canário cantando faria uma rosa florescer! Se o sentido da vida, está nas estações, reúno todas em meu ser, espalhando por onde passar a doce sensação de felicidade e marcas profundas de calor com amor! Se o investimento for maior, espero que um dia seja perfeito!

sábado, 24 de agosto de 2013

Que rápido tudo mudou!

Entendo como os sentimentos são alterados rapidamente em nossas vidas, as vezes bem mais rápido do que se imagina acontecer. Ele simplesmente altera seu percurso de uma maneira que nada é mais igual ao que já foi um dia. Aquela fase de euforia se resume a paz de um dia normal. Aquele momento mágico se transformou em uma bala de morango, que foi chupada.
Muitas vezes não sei se acreditei na estranha mania de achar que tudo seja eterno, e de repente acordo de um sonho que é bonito, mas que apenas foi um sonho bom e virou uma rotina de uma amizade cultivada. Desejo que a intensidade de meus sentimentos não tenha mais alterações significativas, e que neste momento estar inerte a qualquer tipo de emoções tem feito meus dias serem uma realidade vivida e com qualidades eternas.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Não importa qual seja o dia!

Vivo em um mundo naturalmente belo, contando as flores e os pássaros que ainda cantam na minha janela. Tudo me faz ser consequentemente melhor, sentir o vento nos cabelos, os olhares direcionados, as músicas tocando tão alto que o sussurrar não consegue ser ouvido, mas sim sentido. Ontem, passou tão rápido que já não faz parte da minha realidade, pois o presente veio tão belo que entre alguns pedidos de relacionamentos, nenhum ainda me conquistou a ponto de eu trilhar outro histórico de vida. Mas, por enquanto a apreciação de uma performance encantadora tem me arrancado sorrisos bobos e muita vontade de fazer a vida ser intensamente vivida, sentida, tocada e cheirada... Meu olfato, sempre esteve a mil! E se a física e a química podem estar unidas... O imperfeito, se torna possível de se viver! E se assim podendo ser, e não existe uma nova paixão nova no ar, só me resta esperar e não deixar os belos momentos passar... Viver e viver!

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Assim, bem assim...

Há quem diga que todas as noites são de sonhos.
Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isto não tem muita importância.
O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado.
(Sonho de uma Noite de Verão)
William Shakespeare

Pessoas onde o orgulho vive...

Vai entender como essa relação tem muito sentido com pessoas que um dia tive do meu lado, compartilhei emoções, sentimentos, sofri, chorei, fiquei feliz... Mas, em um dia qualquer o encanto acabou,quando percebi que não adiantava mais tentar, nem conversar e nem insistir. Que os caminhos ficaram em direções opostas, alguns belos e bem desenvolvido, e outros em plena regressão infanto-juvenil, a adolescência tomou conta. E até o pensar ficou vago e o desenvolvimento travado e sem perspectivas de melhoras tão cedo.
E quem diria que uma pessoa se tornaria isso? Que ao invés de crescer, apodrece! Consequentemente quando a idade avançar, ou sofrerá suas inconsequências, o mundo dará sua volta completa, e os dias desperdiçados, as alegrias repreendidas, a criança magoada, calada e esquecida, não irá nem dar atenção e valor para um ser assim...  triste realidade! Onde descontar nos outros sua vida medíocre acontece mais frequentemente do que se imagina... Sinto uma profunda pena de quem necessite ser assim! Mas, não existe flor se você plantar somente espinhos, pois um dia mesmo, eles irão te machucar bem mais do que você possa suportar. Pense melhor no que você tem feito, e no que poderia melhorar, ninguém pode viver a vida por você, mas, ela pode ser perfeita, basta apenas querer!

sábado, 10 de agosto de 2013

Como assim?

Algumas coisas não tem uma explicação plausível, ora são definidas, ora não tem sentido algum. Buscar respostas nesse caso faz apenas a filosofia valer a pena. Entretanto já não busco entender as coisas que não posso mudar, apenas vivo um dia de cada vez, na esperança que alguma conversão esteja ao meu favor! E assim em um de repente, existem tantas escolhas, algumas parecem até convidativas, interessantes, e outras um pouco reservadas, cada escolha trás um caminho, uma bagagem...  e gera as dúvidas que não pensava ter. Pois, acreditava que seria tal fácil seguir um caminho, que encontraria uma solução perfeita para a vida que me espera. Sei que às vezes a busca parece vaga, mas ela continua sendo meu combustível para não aceitar as medalhas que poderia ganhar. E ao invés ser contemplada com um troféu, se torna uma proximidade, um objetivo, um plano...
Na estranha vírgula que existiu em minha trajetória, não tenho plena consciência se era assim ou poderia ser assado. Acredito que isso não me dá ao luxo de seguir sem colocar um ponto final e vou colocando reticências...
Então, embarco em uma curtição em outra estação para suprir apenas uma necessidade carnal (que existe), mas entendo que não me afeta psicologicamente, em outra época sim, agora não mais. Mas, mesmo sendo apenas suprir, está em falta, não tem garantido a satisfação total, então será necessário alguma forma diferente? O interessante seria apenas ajustar os momentos e continuar nessa época. Adorável em si!
E o outro momento adorável, entender quais portas eu devo abrir e quais eu nem devo tentar. O que agrada aos olhos, agrada também o coração. Coragem!

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Início do mês é igual mudança de lua?

"A vida me ensinou a nunca desistir, nem ganhar, nem perder, mas procurar evoluir..."
Hoje eu dou valor a minha liberdade, pois com ela eu posso fazer tantas coisas sem pressão,  sem cobrança... Curtir os momentos, os desejos, as pessoas, sentir que tudo deve ser aproveitado em sua plenitude. E quando eu realmente estiver preparada e conhecer alguém que faça um sentimento renascer, uma paixão acontecer, talvez eu pensarei diferente, eu sentirei diferente, e viverei uma vida normal. Porém, enquanto não existe razão para isso fazer sentido, prefiro viver essa vida insana e me surpreender com os acontecimentos vibrantes e felizes.

domingo, 4 de agosto de 2013

Segundo...

Certamente o iluminado me protege e me acompanha diariamente, o progresso fez parte dessa busca e evolução conquistada. Vejo alguns objetivos presente, alguns aprendizados me fortaleceram, aproximando da plena alegria. E uma estrelinha ficou brilhante e enorme como a paz que agregou juntamente com essa boa sensação preenchida.
Posso dizer que tudo tem o tempo certo, e que as dádivas acontecem quando menos se espera.
Quando se deixa de procurar e aceita as coisas assim como são, o mundo passa a fazer um sentido especial, renovando a cada dia.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

E agora??

Já tive dúvidas em que caminho escolher neste momento, meu pensamento me conduz por um, e meu coração por outro, às vezes a sintonia tem juntado os dois. Não quero brincar com os sentimentos de ninguém, não acho que isso seja legal, por isso não acredito que eu posso consertar uma história que eu deixei para trás, à tanto tempo, e que não deu certo. E em um passe de mágica a pessoa acredita que podemos retomar a história e dar continuidade... Não posso fazer isso, não é amor! E não estou carente a ponto de embarcar nesta canoa furada novamente...
Não temos nada em comum, não temos objetivos em conjunto e por isso não durou, mas como a vida é curta, quero que ele siga seu caminho, outra pessoa irá fazê-lo feliz, e entre nós restará sempre uma bela amizade.
Neste momento, será melhor trancar esse tipo de "possibilidade românticas", se não existe nenhuma química, nenhum sentimento, estou inerte. Ah, como a psicologia é perfeita nesses casos! Você consegue em poucos dias sumir com todos os hematomas e confusões. Pelo menos, isso funciona. Sendo assim , é muito melhor fazer as coisas conscientes e estar em paz consigo mesmo, do que tentar agradar o outro enganando-o e ficar mal a vida toda.
Alguns capítulos só podem ser lidos e não reescrito novamente, porque acabar com a amizade? Se foi somente o que restou, então mantenha!

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Saudades...

Ultimamente tudo está sem sal, não existe alegria em falar com as pessoas através de rede sociais, a salada perdeu o gosto. Existe sim, uma falsa sensação de curtir, compartilhar algumas citações e imagens. Mas, nem uma tem o colorido do dia, nem a sombra da noite. Observar o infinito, ficou tão distante, as palavras não explicam nada. Queria ser navegador e remar para longe...
Ando tão fechada, que já não sinto nem o perfume das flores, passo pelas pessoas na rua, sem nem ver quem são, sem uma percepção de onde estou e pra onde vou...
Existe algumas falhas dentro do olhar, ficando um mundo cinza e sem graça, e mesmo que alguém diga "olá", a ironia tomou conta... Os desejos e anseios sumiram, não existe força de vontade para isso voltar, as formas não são agradáveis, e perdeu o sentido da sensação de euforia. Pois se a intenção era essa, a curtição do "eu te quero", ficou estampado um desespero de outros seres não proporcionando esse motivo. Quisera eu decifrar, mas essas palavras cruzadas não me chama atenção, são cheias de perguntas difíceis, muito som estranhos e histórico longo de tentativas... Alguns livros não tenho nem coragem de ler a capa, vejo de longe e já desvio como se nunca mais fosse voltar naquela sessão.Não me encorajo a folhar, nem acreditar que as ilustrações poderiam ser melhoradas. Quero sim, não sentir saudade de um livro que perdi na sessão anterior, porque extraviou-se na mudança e que nenhum outro conquistará tanto espaço na minha estante como a história que aquele livro mostrou.
Talvez um dia, em outra livraria, eu encontre um novo livro que me chame tanto a atenção, que me faça esquecer do livro que perdi, que conte uma bela história e me encante com o seu enredo, me fazendo rir e colorindo tudo outra vez. Mas, enquanto isso, me reservo o direito de escolher se uma revista pode me auxiliar ou me confundir. Simplesmente...

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Eu lembro sempre...

Se a vida é um momento de aprendizado, de escolhas, de viver e ser feliz, porque fugimos? Aliás, não me permito seguir assim, fugindo das pessoas e levando elas no pensamento. Terminando ciclos, escondendo desejos e ocultando sensações...  lembrando de tudo que deixei e de tudo que não deixei nem se aproximar. Porque tenho que deixar tudo? Porque me afastar sempre? Não foi a primeira vez e espero um dia ser a última...  Manter as pessoas por perto, porque tem sido tão difícil? ...
Paixões vem e vão, mesmo que eu não me permita vivê-la, vivo sempre nessa dúvida, no medo de ser feliz! E quando penso que me apaixonei eu vejo que era apenas desejos ocultos, que somente as sensações eram confusas, mas tudo já estava escrito nas curvas de um ser encantado.
E quando sei que as intenções de pessoas que não fazem nenhuma diferença na minha emoção, me convidam para sair, conhecer, eu já nem aceito mais!  Porque se tudo resumi no desejo, e o que valia mais a pena não tenho mais por perto, o restante não acrescenta nenhuma química para isso acontecer, prefiro me recolher e novamente dar um tempo maior! E talvez um dia existirá alguém mais uma vez que mude tudo como um vendaval!

domingo, 14 de julho de 2013

Eu procurei qualquer desculpa!

Que eu já não tô nem aí para essa conversa... Estou atravessando as lembranças, revirando uma saída para um melhor bem estar.
As vezes fica meio confusa, são tantos caminhos que aparece, mas nem um consegue ser florido e perfumado. Alguma coisa está errada? ... Não desejo uma vida vazia, mas desviar, fechar a porta. Tem sido a escolha mais sensata nos tempos de hoje! Sinto falta,  sinto uma enorme saudade, sinto profundo desejo, mas espero pacificamente um dia encontrar um caminho que seja convidativo a seguir, sem procurar por um problema para fugir. Que a graça da lua seja contemplada com toda a sua beleza, e no final um lindo sol brilhe iluminando todo o percurso.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Meu amor essa é a última oração!

Momentos de reflexão me fizeram entender, que tudo o que eu estive trabalhando por meses, anos, eu deixei cair novamente no chão. Conquistar amigos tem sido uma tarefa difícil, e deveria ser o contrário,  já que isso nunca foi um problema em minha vida. Mas, me arrependo sempre que magoo as pessoas, penso mais nelas do que no sentimento que elas podem ter me causado. Perdoo tão facilmente,  a vida é tão curta para se prender em mágoas e tristezas. Mas, nem todos pensam de igual forma.
Quando uma história fica incompleta, por que houve palavras incompreendidas, sempre tenho a sensação que preciso ser perdoada. Por que se as pessoas entram em nossas vidas por uma razão (não acredito em acaso) devemos pelo menos deixar nosso coração com a mesma leveza de antes dela ter passado.
Somos seres em constante aprendizados e constantes erros.  Mas quem não erra quando somos manipulados pela emoção? Então, assim, nunca deixe alguém sair da sua vida levando uma queimadura,  quando ela pode sair com sorriso nos lábios. Melhor um caminho resolvido, do que deixar pendências para a próxima passagem na terra, estamos aqui para ajudar e não complicar.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Everybody...

Quero não sentir medo. Quero me entregar mais, me jogar mais, amar mais. Viajar até cansar. Quero sair pelo mundo. Quero fins de semana de praia. Aproveitar os amigos e abraçá-los mais. Quero ver mais filmes, ler mais. Sair mais. Quero não me atrasar tanto, nem me preocupar tanto. Quero morar sozinha, quero ter momentos de paz. Sorrir mais, chorar menos e ajudar mais. Quero ser feliz, quero sossego. Quero me olhar mais. Tomar mais sol e mais banho de chuva. Preciso me concentrar mais, delirar mais. Não quero esperar mais. Quero fazer mais, suar mais, cantar mais e mais. Quero conhecer mais pessoas. Quero olhar para frente. Quero pedir menos desculpas, sentir menos culpa. Quero mais chão, pouco vão e mais bolinhas de sabão. Quero ousar mais. Experimentar mais. Quero menos ”mas”. Quero não sentir tanta saudade. Quero mais e tudo o mais. E o resto que venha se vier, ou tiver que vir...

terça-feira, 9 de julho de 2013

Será preciso desenhar!

Talvez a vida seja um amontoado de coisas que nos ensina a viver, que nos obriga a entender as palavras que as pessoas nos transmitem. Aprender a cada dia com nossos erros, perdoar e ser perdoado quando preciso. E continuar estendendo as mãos para ajudar o próximo. Ser humilde e  continuar com a caridade. Esquecer a tristeza, se conformar com as dores, superar e olhar as pessoas com olhos apenas de compaixão. Entender que cada dia será diferente do outro, que as lágrimas de hoje não são as mesmas do amanhã, que os sentimentos de hoje não serão sentidos no amanhã. Que somente o aprendizado restou, pois era preciso colecionar mais um...
Quantas vezes a gente perde a razão, e deixa a emoção falar mais forte, se torturando e magoando as pessoas ao redor?? ... Muitas vezes, fez apenas parte de um capítulo que já estava escrito por Deus, que nunca erra em nos ensinar.
Sei que levamos tantas bagagens que parece que não vamos suportar, mas cada um tem somente aquilo que pode levar, faz toda a diferença encarar a realidade. Mas, claro que as vezes necessitamos de um isolamento para refletir, entender e agir de maneira adequada. Então algumas pessoas acham melhor dividir com um amigo, e eu acho melhor escrever, respirar, chorar e dormir. Cada um sofre de uma maneira, então não julgues o outro por isso, não diga que ele tem problema! Se a vida não é igual para todos, uns sofrem menos outros mais...

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Não é tão fácil assim...

Não sou alguém que se apaixona fácil pelas pessoas, não sou alguém que se deixa levar por palavras, não sou alguém que gosta de ferir as pessoas. Sempre penso em uma maneira de deixar as coisas um pouco melhores, mas eu também sei, que algumas coisas fogem do nosso controle, quando a emoção fala mais alta. Prefiro pensar que tudo acontece exatamente como deve acontecer, se hoje as palavras feriram talvez precisasse ser assim, elas precisavam ser entendidas, precisavam ser ditas e escritas, se hoje choro talvez eu precisasse passar por isso,  se hoje estou sem rumo, talvez realmente era por que mais tarde eu enxergaria o que aconteceu.  Se as pessoas surgiram em minha vida por descuido, talvez seja por uma razão, me ensinar alguma coisa,  me fazer entender as razoes e como tratamos os sentimentos das pessoas, se brincamos um dia, em outra seremos o brinquedo, isso é a vida, nos surpreendendo com nossas próprias escolhas, nossos próprios erros. Se hoje estamos no chão, olhando apenas para o próprio umbigo, amanhã estaremos em cima de uma montanha olhando para o imenso horizonte e encontrando melhores respostas para nossa vida. Não culpo ninguém por minhas dores, afinal isso tinha que ser feito, elas foram apenas instrumentos para isso acontecer, foram escolhidas... Assim como você foi escolhido para fazer isso reviver, mais tarde outra pessoa fará o mesmo por você! Tudo tem um porque a gente é que custa a entender, por naquele momento a emoção deixou feridas, que só o tempo vai te dar as respostas. Não queria ser escravo desse tempo, mas sem ele, eu acho que não seria nada, e nada faria tanto sentido como agora.
As lágrimas fazem parte do nosso caminho, as alegrias também, as pessoas veem e vão como o vento, e o livro sempre terá uma nova página a ser escrita e entendida, mesmo que demore muito. Tudo em nossa vida já está pré destinado, já está nas entrelinhas, basta apenas entender os reais sinais. É a lei da ação e reação,  fazemos hoje, e amanhã estaremos cobrado por isso,  ou vice-versa. Tudo tem o seu significado.
Me sinto um pouco melhor, mas eu sei que vai demorar, eu tenho apenas que esperar...

https://www.youtube.com/watch?v=idc7mo9JT8o&feature=youtube_gdata_player

terça-feira, 2 de julho de 2013

Lua, que fase!

Interessante como somos manipulados pelo efeito lunar, que faz tanto sentido em nossas vidas,  que nos fazem feliz ou não,  depende da fase que a lua se encontra. Como saber que fase é melhor?  Talvez seja a cheia,  iluminada, linda e revoltada...
Me explique como viver em meio a tantas fases? Como ter certeza que a próxima será melhor, e que não te trará surpresas. Talvez surpresas boas,  mas sem esse vazio que muitas vezes perpetua no vácuo.
Eu queria entender... se o manual de instruções está em chinês, como vou decifrar?

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Homens são ph*

Eu queria poder entender o que tem na cabeça de um homem de verdade. São seres encantadores,  ou uns conquistadores baratos?
Algo para se pensar... Eis que surge um desses encanto, "senhores perfeitinho", não que seja necessariamente um cara mais velho, mas um cara que faz as estrelas ficarem fora das constelações...  que cativa pelo olhar, que te conquista sem você perceber, que te deixa completamente perdida. Sei, que talvez eles apareçam apenas em uma estação, e te fazem esquecer das outras. Mas, que vale tanto a pena tê-los por perto que a multidão já não faz sentido, que os demais cavalheiros que te convidam para sair, não parecem tão interessantes assim... 
Mas, assim como eles "perfeitos " chegam,  quando chegar o momento da sua partida, irá deixar uma saudade eterna, uma lembrança difícil de apagar e talvez difícil de se voltar a ter uma vida normal como antes.
Sei que talvez eu nunca esqueça, e nem poderia, afinal o belo é para ser vivido e não esquecido.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Para ver se chego perto...

Como se sentir assim perdida, com o mundo de cabeça para baixo? Todo bagunçado, roupas pelo chão,  coração batendo forte e o rosto completamente vermelho...  pode me chamar de louca, mas isso me faz bem! Não entendo como me rendi aos encantos de alguém, e como me perdi nisso, e agora como me achar novamente?
Eu tenho medo, por quer se existem dúvidas existem sentimentos, mas eles são tão bons, que não consigo disfarçar. Quero viver, me entregar, sorrir, amar e depois se não der certo... sofrer, chorar e levantar de novo. Mas minha ansiedade muitas vezes tem atrapalhado esse desenvolvimento, minha imaginação cria monstros que assustam, e que só existe na minha cabeça...  tão bom se isso não acontecesse, a razão seria minha amiga e não deixaria a carência falar bobeiras, colocando grilos e baratas, aranhas, onde não existe. 
Quero viver uma coisa de cada vez, acreditar na ilusão desse sabor, experimentar o doce mel desse pão, tocar um musical intenso de desejos e anseios e me esgotar de tanto cantar.

É a vida,  é a vida, é bonita,  é bonita...

quarta-feira, 26 de junho de 2013

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Tanto querer...

Se somos mesmo escravos de um tempo, de um "ter" paciência em nossa vida, para cada coisa,  cada entender, por que quando parece que temos consciência do que queremos surge mais dúvidas? Quando o tempo que queremos parece desabrochar como uma rosa, mas que não sabemos como colher, por que talvez ela seja apenas para admirar e encantar.
Sinto como se mesmo sabendo o que eu quero,  tenho medo de querer o que não pode ser meu sentimento. O que talvez fosse incrível, o que fosse perfeito, mas que não esteja olhando junto na mesma direção.  Pois talvez esse "sonho", esteja em busca de outro sonho, que  seja de goiabada, por que não gosta de chocolate... 
Que deixou, como todos um dia foram deixados, que um amor o machucou tão profundo que está ferida ainda permanece aberta, que as lembranças não permitam viver o presente e faz remeter à um passado. Como eu consegui cicatrizar a minha ferida? Talvez esquecendo,  remendando meu coração e  voltando a  acreditar que um dia pudesse ser diferente,  que haveria outros olhares, outras batidas no mesmo ritmo, mas...  nem todos pensam assim! Talvez a dor seja mais dolorida, mas será que existe dor maior?
Eu prefiro acreditar no que sinto, se cicatrizou ou deixou apenas de doer, se um afeto me ajudou a entender que a vida continua... Quem dera se seus olhos brilhassem na mesma intensidade que o meu! Que sua existência fizesse os dias serem todos coloridos e felizes... Talvez, só o talvez me faria flutuar pelo céu.

Acho que ando sonhando demais, esperando demais. Se a vida passa e eu perco tantas alegrias pelo meu medo, pelo seu medo, e fica assim tudo igual...  solidão e saudades!
Que eu possa ver o que está nas entrelinhas, que quando alguém sentir algum sentimento por minha pessoa, que me abrace forte, olhe nos meus olhos e diga: "você é muito especial! " E assim eu possa voltar a acreditar que existe chance para o amor, e para tantas borboletas em meu estômago.

domingo, 16 de junho de 2013

Saudade no presente!

Não é que eu seja chata, pelo contrário eu sou simpática demais, as pessoas confundem tudo, e eu acabo me estressando com isso. Claro que eu fico feliz em fazer novas amizades, mas digo "amizades", não estou procurando casos de amor, e gente chata me seguindo. Quando eu gosto da pessoa,  eu vou dizer isso para ela! Mas, parece que sai pessoas de todos lados me convidando para sair, querendo me conhecer... Será que tem um pisca alerta na "minha cara" ? Realmente é incrível...  acreditar nisso, me faz perceber que dentre 10 pessoas que caíram de paraquedas,  brotaram do chão,  eu prefiro acreditar no meu sonho lindo,  naquele que me encanta e me cativa... Pois se eu posso escolher, que pelo menos seja agradável aos olhos e ao coração! E feliz enquanto durar...

Sem sentido!

Ver um objeto parecido,  não precisa nem ser da mesma cor, talvez o mesmo modelo, mas meu coração acelera de uma maneira que parece que vai saltar pela boca. E olha que não sou muito ligada em objetos assim...
Antes eu me sentia em pleno carnaval, porém agora os confetes já caíram e a brilhantina ficou apagada, estremecer com a música ainda acontece, beijar um carinha talvez... Então a agitação toda,  aquele estado maravilhoso ficou um silêncio e um vácuo persistente.
Posso dizer que senti falta disso,  senti falta de um abraço quente, de uma respiração ofegante,  de um olhos nos olhos, de um estar mais perto. Não sei dizer o que houve ou talvez saiba essas razões,  mas o abismo cresceu novamente, a porta se fechou, não porque eu fechei, e sim porque alguém o fez assim... 
Muitas pessoas tentaram por muitos meses abrir essa porta, ou pelo menos uma janela...  e estava tudo travado sem solução, então por um descuido meu, apareceu alguém que conseguiu destravar a porta, mas o fez apenas pela conquista do "eu posso", e depois partiu, deixando novamente tudo gelado, pois a corrente de ar congelou tudo, o que por um momento parecia estar em chamas!
Agora restou apenas o aprendizado, a sensação de que poderia ter feito uma fogueira mais alta para continuar aquecendo dois corações, e simplesmente a saudade do sonho mais lindo que sonhei!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

O corpo reage ao coração ou reage a mente?


Estou tão cansada. Quase não tenho força. Hoje estou naqueles dias em que dá vontade de dormir e acordar dez anos depois. Você já ouviu falar em sono reparador? Queria dormir e acordar dez anos mais linda e dez anos mais burra.
Interessa a você saber que estou apaixonada?
Impressionante como essa palavra acorda os outros. Eu estou apaixonada, mas não é por uma pessoa. Estou apaixonada pela lembrança de algo leve, solto e rápido, como uma bola de gás que escapa da nossa mão e passa a ficar cada vez menor e mais distante. Estou apaixonada pelo impacto da vida, por um tiro certeiro e bem mirado, pelo arrebatamento provocado pelo descuido das minhas defesas. Quem está no comando dentro de nós? Andei flertando com o perigo e no entanto o perigo estava dentro de mim, dentro desse coração que empacou nos 15 anos, aquela época em que eu era uma velha e acreditava no amor. Toda mulher romântica é uma idosa. Não acredito que eu tenha caído nessa cilada, me apaixonar por uma situação. Por que não estou apaixonada por alguém, estou apaixonada por algo. Algo completamente inatingível. Estou apaixonada por marcar encontros, por receber mensagens safadas, emails, por estacionar olhando pros lados, temendo ser reconhecida. Apaixonada por entrar no apartamento de um estranho, por tirar a roupa, por gozar com um estranho. Apaixonada por aquilo que inspira os filmes B e os romances vendidos em banca. Quem está no comando, me diga? É claro que ele tem rosto, nome e sobrenome. Mas isolado, longe do cenário, ele não me comove. Ele me comove acionando em mim a outra, aquela que só deixo sair da casca de vez em quando. Ele é o xerife que dá liberdade condicional ao meu lado fora-da-lei. Se o xerife desiste da brincadeira, ela precisa voltar pra sua prisão domiciliar. Não me venha falar de outros namorados, não me interessa uma transferência imediata, seria simplista demais. Quero o circo todo a que tenho direito: sedução, fantasia, tempo. Quero um romance longo, quero intimidade. Fazer cena de ciúme, terminar, voltar, amar, brigar de novo, telefonar, pedir desculpas, retornar. Amantes bem comportadas são um tédio. Se eu estivesse no comando, pinçaria do meu caderninha meia dúzia de frases que liquidariam a questão. "Foi bom enquanto durou". "O destino sabe o que faz". "Tudo tem seu preço". "O show deve continuar". Este tipo de clichê. Mas quem está no comando é ela, a que não quer voltar pra cela. Rebelião no presídio feminino: ela fugiu do meu controle. Ela é romântica como uma adolescente. Visceral. Caótica. Ela chora como uma menininha. Cria diálogos tão convincentes durante suas madrugadas insones que chega a acreditar que eles aconteceram. Viajandona. Doce. Áspera. Virginal. Ela me enlouquece. Ela determina a hora de voltar pra casa, e eu aguardo por ela com uma ansiedade quase sexual. Quem está apaixonada? Ela por ele? Eu por ela? Ou tudo não passa de um sentimento solto, sem dono, caçoando de todos nós?
Martha Medeiros

terça-feira, 11 de junho de 2013

E o vento levou...

A energia que faz que tudo tenha vida, precisa ser renovada, pois o desgaste emocional acabou com tudo.
Estou cansada fisicamente, emocionalmente e psicologicamente! Nada ficou no lugar, esta tudo bagunçado na minha cabeça e no meu coração! Não quero mais sentir nada, por nada, nem ninguém... quero a minha paz de volta, quero a minha frieza de volta, minha solidão e meu mundinho lacrado.
Talvez eu quisesse curtir os momentos, mas agora não quero mais, não quero mais conversar com ninguém, não quero mais sentir falta disso, não quero mais me envolver emocionalmente... quero distancia de tudo isso! Quero distancia de musicas de amor, de dias de sol e lua brilhante. Quero o meu mundo preto e branco ou até mesmo cinza completamente. Quero distancia de alegrias, de cores e de chocolate.
Não gosto de vermelho, prefiro o preto da caneta, dos capítulos anteriores. Quero ficar inerte a tudo!
Como pude fazer isso comigo mesmo? Como pude cair no meu sentimentalismo? Como pude me encantar com sorrisos e palavras, musicas e cores? Não quero mais me sentir assim...!
Pulei a janela errada, fiquei feliz por nada, acreditei em mim e cai no buraco!
Assim, já não me bastaria o meu próprio amor? Porque me iludir que eu pudesse me sentir feliz, que eu pudesse fazer novas amizades e isso me alegraria, na verdade alegrou, mas passou...  Como eu me deixei levar? Como me deixei cativar, encantar e sonhar? Queria me sentir feliz, nem que seja superficialmente, nem que seja momentaneamente, que fosse apenas uma estação, mas se ela fosse intensa como deveria ser... Tenho que ser forte, alias voltar ao meu mundo... a lente ofuscou.
A borboleta que foi retirada do seu casulo... morreu! E agora um novo casulo foi construído, e essa nova borboleta não vai mais sair, ela vai ficar ali parada pendurada em uma arvore, somente vendo as estaçoes mudarem e nada sera transformado.
Talvez seja um momento de recolher todas as folhas mesmo, tudo que o outono espalhou... porque o inverno será de hibernação total, sem pessoas, sem amizades novas, sem rede social, sem telefone... preciso me recompor, porque estou totalmente fora de rumo., e talvez escrever seja apenas o que me resta.


http://www.youtube.com/watch?v=QhFSmAoGhhc

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Que beleza!

Pois então, as vezes vc escreve mais outras vezes menos, depende do tempo, dos acontecimentos, do contexto e da internet... rsrs...
Simplesmente tenho que evitar algumas "amigas" que me trazem energias pesadas, porque inconscientemente eu acabo pegando essa energia toda e me deixando triste. Logo eu que estava feliz, e nada estava me perturbando como outrora... então a técnica do Ho'onopono tem me auxiliado muito nesses momentos, por que a inveja das pessoas nos persegue? Talvez seja a auto estima baixa! Então melhor colocar os pingos nos " is" e reorganizar as amizades. Pior que essas amizades não são masculinas, e mais vale uma colega longe que uma mulher Perto.
Me sinto feliz, e quero continuar assim, sem neuras, sem chatice... apenas aproveitar ao máximo os bons momentos que a vida nos reserva! Porque e o resto? Ah, ninguém precisa de restos para ser feliz!

domingo, 9 de junho de 2013

Você já imaginou?

Eu nem sei dizer como me sinto hoje... pareço triste, meio desolada, meio sem rumo... que estranho!
Mas, o mais incrível que eu estou agindo como à tempos não tinha feito nada parecido, sendo egoísta e pensando apenas em minha pessoa, mas eu não deveria ser assim... não quero magoar pessoas, sem motivos concretos para isso.
Porque estar feliz me remete a tristeza? Porque não entendo as pessoas no seu contexto? Porque fico triste quando poderia estar sorrindo? Eu estou me deixando levar apenas pelo estimulo e pela emoção e esquecendo a minha razão de ser, de sentir, de viver... não quero me sentir assim!
Mas a fase que eu menos queria estar agora era a fase louca do desejo e isso me faz ser muito diferente do que eu sou quando estou tranquila... mas quando isso acontece, é como se não conseguisse controlar e a vontade é maior do que eu tenho na realidade. Me fazendo não pensar como uma pessoa sensata!
Tudo pela vontade insaciável que meu corpo sente, pelas coisas que meus olhos veem, pelo calor que sinto.
Talvez só entenda isso quem passou por isso, quem já viveu uma situação parecida. Que mesmo sendo uma euforia tão grande e louca, pode se remeter a momentos de tristeza e muita ansiedade...
Muitas vezes eu evito tanto isso, mas fugiu do meu controle... aliás eu consegui evitar por mais de um ano e
agora? Meu corpo está tremendo...

Segue uma música para acalmar os ânimos aflorados...

Assista a "Phillip Phillips - Gone, Gone, Gone" no YouTube

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Talvez apenas um sonho

Se a vida eh como um sonho e temos medo de acordar, porque temos medo de perder coisas que não temos? Talvez porque de certa forma, nossas expectativas sempre são maiores que a nossa realidade.
Acho que por isso eu evitei conhecer pessoas, para não me frustrar com expectativas, pensamentos, emoções, sensações e essa tal felicidade... que vem sempre acompanhada de medo.
Mas o destino, ou o acaso (que nada eh por acaso), me deixou sem explicações de alguns sentimentos, muitas vezes felizes, e outras vezes triste. Feliz quando sinto a sintonia e borboletas aparecem, mas triste quando a insegurança cria monstros em minha cabeça, me torturando.
E quando penso demais, eu me afasto de momentos que poderia viver...
Então algumas amizades que encontrei ao longo do caminho, (eu sei que talvez elas queiram o meu melhor, eu penso nisso do que achar que elas queiram me ver sempre sozinha) mas, as palavras as vezes me penetram os pensamentos me deixando em uma grande tristeza.
Claro, tentei ser feliz algumas vezes e nem sempre aconteceram da melhor maneira, ocorreram tantos sofrimentos e restou disso tudo o amadurecimento e os frutos desse amor. Que os frutos são os mais belos, mas agora reconstruir um coração com eles, exige muito mais de minha pessoa, alem de alguém que esteja disposto a compartilhar isso com o mesmo amor.
Dessa maneira eu acabo desacreditando nesse Amor, talvez também porque as pessoas que se aproximaram de mim, estiveram apenas interessados na minha beleza, e esquecendo que eu tenho sentimentos, e que eu quero ser feliz não apenas um dia, mas uma vida inteira.
Se eu pudesse me sentir feliz neste momento, por completo... a vida faria toda a diferença, mas somente parte dela esta, somente parte dela esta rindo sozinha e cantando no chuveiro...

http://www.youtube.com/watch?v=AHBdxWfXpvg

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Parece estranho...

Realmente me sinto com 22 anos, como se tivesse acabado de sair de casa, sonhando acordada, rindo à toa, tentando me equilibrar entre razão e emoção.
Incrível como até um mês atrás eu estava tentando corrigir erros irreparáveis e mantendo distância de todas as pessoas que simplesmente apareciam. Vivendo no meu mundo lacrado e cultivando pensamentos que nunca aconteceram. Então em um momento de descuido uma borboleta pousa em meu ombro e ela ali tão perfeita como vinda de uma embalagem de presente, me surpreendeu. Me encantou e me fez perceber que cada recomeço é preciso para dar sequência na vida.
Quem diria que tudo que eu evitei sentir, pudesse ter sido despertado em um encanto de sublimes momentos, palavras e me deixou assim...  Rindo do nada, pra tudo e todos, literalmente transbordando de sentimentos outrora camuflado.
E aquele amor sofrido? Ficou esquecido dentro de uma gaveta e com a chave pendurada no armário, mas que não tem me machucado mais. Existe um vácuo perpetuando neste silêncio!
E agora? Seria eu, mais uma boba por ter me encantado com momentos, sentido emoções perfeitas, entendendo melodias...
A insegurança que me gera, estraga toda essa alegria em uma fração de segundo, medo que tudo que um dia foi vivido, seja igual, que todas as laranjas estão estragadas porque algumas apodreceram...  Ao mesmo tempo que vivo um belo sonho, um belo sorriso,  tenho receio de nada disso existir no meu presente. Talvez um dia eu vou entender o que ficará e o que vai embora pra sempre, o que será e o que não vai mais voltar...
Espero que pelo menos os acontecimentos não venham acompanhado de chuva e noites de tormenta. 

Porque tudo vale a pena quando a alma não é pequena.

''Pra deixar acontecer, a pena tem que valer... '' - música de Jorge e Mateus (diante disso dá pra ter uma noção de que ponto cheguei. Precisando logo de um tratamento.....  Hahaha )

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Preciso voltar e resgatar meu cérebro!

E os olhos como são? São lindos, os olhos mais lindos que vejo, acompanhado de um corpo quente, que quando me abraça perco a respiração, como se aquele momento fosse mágico. Uma sensação incrível, misturado com um cheiro único de nunca mais soltar e ficar ali corpo a corpo ligado pelo estímulo. Então não quero abrir os olhos e acordar de um sonho que vivo como se fosse realidade. Simplesmente aconteceu... As vezes viver no mundo da lua tem mostrado que eu vivo, sinto e me alegro. Pode me chamar de louca, mas isso me faz bem! Aliás isso tem me surpreendido dia a dia.. ... Só espero que o sonho não me acorde chorando em um dia de domingo. 

terça-feira, 4 de junho de 2013

Bela flor...

Sempre encontrando motivos para explicar os sentimentos vividos. Já me surpreendi com o inexplicável, já reagi de maneira natural, mesmo que no fundo a vontade fosse outra. Tantos medo me confundem da cabeça aos pés,  e então as respostas não encontram as perguntas.
Não sei se vivo ou me deixo viver, se saio novamente pela porta e mergulho em solidão. Mas, só posso dizer que quando a felicidade aparece tão linda na sua frente, a vontade é de congelar aquele sentimento para não cair em formigas. Estudar sonhos e somar com alegria em um belo presente.
Acho que ainda não voltei da lua...

terça-feira, 28 de maio de 2013

Mundo da lua

Depois de vários dias, semanas, sem expressar os sentimentos vividos, as sensações encontradas... admito que andei um pouco no mundo da lua, evitei pensamentos, enganei alguns sentimentos, sonhei intensamente, mas depois de um click o sonho voltou-se a minha realidade, e aquela imensa dor, bateu na minha porta novamente...
Por um momento pensei que estava vivendo algo incrível e que poderia tomar algumas proporções diferentes, mas enquanto isso veio acompanhado de um certo medo, medo de viver o belo e deixar algo louco acontecer e quando isso passasse o ritmo cardíaco estaria quase parado, com a lembrança de algo que se perdeu nessa tentativa.
Então uma música me vez viajar mais uma vez naquela esperança guardada, naquele sentimento escondido, e me remeteu a uma analise do que realmente eu quero ter ou perder para sempre.
Sei que as vezes pessoas entram em nossas vidas por motivos inexplicáveis, que muitas vezes nos fazem ate esquecer o mundo ao nosso redor, as emoções são tao boas que parece um clipe musical. Mas, talvez isso seja passageiro, são momentos que devemos aproveitar, mas que temos consciência que não será eterno. Assim quando a loucura acabar e você tirar os óculos escuros, a visão não seja ofuscada pela luz brilhante que estará vendo novamente, e não trará tantas lágrimas assim.
As vezes é difícil entender o que seria um amor, ou uma paixão desenfreada!

A vida nos surpreende, pessoas nos surpreende, momentos nos surpreendem...

Tudo faz parte desse livro que vivemos, as vezes ele se torna cheio de cores, fotos, musicas e desenhos e aquela tinta preta que se escreveu o capitulo anterior trocasse por uma caneta vermelha de um novo capitulo de aventura e doces lembranças... Talvez o livro mais lindo seja aquele que você viva intensamente, aproveite oportunidades e não tenha arrependimentos por não ter tentado.
As embalagens que encontramos são inacreditáveis e ilusórias, mas se não fosse essas embalagens, e com uma capa chamativa, sera que gostaríamos de ler um novo livro? Sera que teríamos apreciado com tanta sabor toda a historia? Claro que não devemos analisar um livro pela capa, mas com certeza faz parte de nossa escolha.
Gosto disso, mas não descarto os meus livros favoritos! Porque amo suas historias e seus personagens.

Todo conhecimento adquirido, nos faz ter mais certeza que a vida vale a pena.



Amei tanto...

Assista a "Lucas Lucco - SÓ PRA TE FAZER LEMBRAR" no YouTube
Perfeita, como uma música traduz tudo...  E confundi saudades com presença! Apesar de não gostar de música sertaneja...  Gostei da letra.

domingo, 26 de maio de 2013

Foi engano?

Talvez as coisas não acontecem como planejado, e em uma fração de segundo tudo se modifica. Então o mundo passa a ser estranho e encantador ao mesmo tempo, e as experiências se tornam boas e com ela novamente o medo de algo se repetir e por fim na única esperança ainda regada e esperada por todo o tempo.
Sinto como se os cheiros se misturassem, e algo inesperado me surpreendesse novamente.
Eu que afasto todos que aparecem no meu caminho, me sinto agora que fugi da regra, tentei uma amizade,  me surpreendi comigo mesmo.  Assim analisando que todas as pessoas que passam por nossas vidas nos acrescenta algo,  um aprendizado...  Tô aprendendo de novo o que a vida me reserva.

terça-feira, 14 de maio de 2013

As coisas que deixei para trás!



De quando em quando, volta-e-meia, eu ainda avisto aquelas fotos que ninguém mais se recorda. Que se deixa no tempo.

Por singelas explicações, álbuns tornam-se velhos. Fotografias amarelas, com dores ou alegrias do momento. Fotografia renunciada. Esquecida com o tempo.


Deixei para trás: fotografias e lugares. Momentos incríveis.

O tempo não regressa mais. Em minha mente, tenta ser pertinaz, dizendo: nada acabou.

O tempo mata aos poucos. As pessoas de ontem, não serão de amanhã. O amor de uma vida, pode ser de uma noite.


Nada se concretiza. Tudo na vida resta uma dúvida.


E as fotos? As fotos, estas restam-me uma dúvida eterna: cadê as pessoas que estavam comigo?


Momentos de risos. Momentos de choros. Registrados na foto.


Meus olhos suplicam. Momentos em fotos. Fotos são momentos. Momentos que não revivo mais. Restam saudades.


(Victor Hugo Felipe)

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Sem palavras

Quando está escuro e ninguém te ouve, quando chega a noite e você pode esperar, há uma luz no túnel dos desesperados... (...)
Eu tô te esperando, vê se não vai demorar!

Talvez ter paciência abriu caminhos não esperado, acontecimentos inesperados e pessoas envolvidas que modificaram tudo o que já estava quase certo. Se não fosse o quase,  não seria tanto a demora. 

domingo, 5 de maio de 2013

E agora o que fazer?

Me sinto só , sem vc aqui por perto todos os dias.
Me sinto só , sem te ver em meus dias cinzas.
Me sinto na solidão que me rodeia.
O que fazer neste momento?
Se pudesse te tocar, abraçar bem forte, ouvir sua voz e sentir seu coração , acalmaria a ausência que você faz na minha vida!
Te lembro em cada instante, em cada música , você está na letra, nos programas de tv, na propaganda exibida, nos filmes e novelas, em cada detalhe sinto saudades de você ! E alimento a esperanca de algum dia tudo ser diferente.  :)

Ah, como o amor pode ser taoo belo, quando se sente falta disso!

sábado, 27 de abril de 2013

Esperar e esperar, e a demora?

Fico sempre pensando quando sera o dia, quanto tempo tenho ainda que esperar... as vezes acho que depois que os 3 meses passar, ou quando mudar de casa, ou talvez quando nenhuma outra pessoa perguntar alguma coisa e não sentir raiva... ou quando o mês de junho chegar... quando passar mais um ano, realmente
não sei que dia vai acontecer... a unica certeza que tenho é que vai acontecer!
As vezes o simples fato de assistir algum programa bobo de tv, me faz lembrar manias, e do nada te lembrar em tudo, me sinto envolvida em uma sensação tao boa, que fico viajando por anos e anos.
Eu fico esperando todos os dias, durante a semana sei que pode ser um pouco difícil  mas eu espero mesmo assim, e quando chega o final de semana meu coração bate mais forte, pois parecesse que o dia chegou... Sei que quando isso acontecer ficarei tao feliz, uma felicidade sem fim, um sentimento gostoso que eu não quero nunca mais deixar acabar!
Abracar tao forte que nada possa soltar. Assim é o amor!!!


quinta-feira, 25 de abril de 2013

Muitas coisas ainda estão chegando.

Os dias passam tão rápido, a semana corre e a música continua tocando...
Aconteceram tantas coisas, tantas palavras, mas as circunstâncias anteriores ainda continuam na mesma, o sentimento ainda é o mesmo, mas o lado oposto ainda permanece distante.
Queria me aproximar, mas alguma força ainda me afasta... sinto tanta falta desse sentimento compartilhado comigo! Não consigo me expressar adequadamente, poderia escrever tantas coisas, mas tudo ficou oculto nesse momento.
As vezes o cansaço, os cuidados diários e os afazeres consomem tanto, que se pudesse ser compartilhado diminuiria um pouco as cargas, as dores seriam menores.
Nesse meio tempo ausente, conheci pessoas incríveis (familiares) que fizeram toda a diferença em minha vida, pude perceber que minha arvore é bem maior que eu pensava.

E ainda muitas coisas estão por vir, é só uma questão de um pouco mais de tempo...


O Amor

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de *dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pr'a saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar..
Fernando Pessoa

terça-feira, 26 de março de 2013

Entender, eis a questão...

Pensamentos, pensamentos soltos pelo ar, confunde-se com a ansiedade que enlouquece as noites em claro... Estrelas brilhante no teto do quarto, onde as estrelas cadentes não tem esperança de correr pelo céu. E o dia amanhece e o pensamento permanece apenas o mesmo, enquanto que a ansiedade esta apenas na loucura de encontrar-te e terminar um boa conversa...

domingo, 24 de março de 2013

Aquela paz

Hoje a paz reina em minha vida, posso perceber pelos acontecimentos ao meu redor, não fico com raiva em momentos que eu normalmente ficaria, não me entristeço tão facilmente como antes aconteceria, consigo me manter alegre, confiante e feliz, pois acredito no poder interior, nos pensamentos bons e nas mãos de Deus.
Meu amor pode-se dizer que está maduro, doce e puro, paciente e bondoso. Não deixei de amar, mas estou afastando qualquer coisa negativa que esteja próxima ou se aproximando de minha pessoa.
Não quero nenhuma pessoa para amar, apenas o tempo dirá e que com o tempo permanecerá para sempre, sei disso muito bem, mesmo que hoje exista ainda alguns obstáculos a serem passados, mas conforme os dias passarão, a calma permanecer, estaremos felizes como nunca estivemos ates.
Algumas pessoas se aproximaram de mim, depois desse meu tratamento interior, acho que se antes eu atraí pessoas com energias pesadas, pois eu estava com minha energia baixa, hoje percebo que as energias mudaram, e as pessoas que hoje me ''achegam'',  são positivamente boas, mas quero deixar bem claro que apenas a amizade prevalecerá neste sentido, nada de sentimentos além do que posso dar. Outras pessoas se afastaram, foi muito bom assim, pois eliminei as energias negativas que me atrai a elas.
Agora o importante é progredir, amar a cima de tudo, evoluir a cada dia para que juntos possamos ser melhores e maiores, como espíritos equilibrados diante de cada virgula que surgir, para atingirmos um nível que somente os puros de coração conseguem chegar.


sexta-feira, 22 de março de 2013

Muito prazer em conhecê-la!


As vezes penso em perder a razão, mas então me lembro que é bem melhor manter-me bem diante de algumas circunstancias ocasionais que acontecem em nossas vidas, por pura ironia...
Que as coisas irão tomar um rumo melhor, isso é apenas uma questão de paciência, e eu aprendi a cultivar melhor a minha, assim apenas as respostas virão.

domingo, 17 de março de 2013

Lego House

Embora eu esteja em um mundo estranho, cheio de medos e obscuros, eu ainda tenho esperanças que existe luz no fim do túnel, pois a esperança é a única que morre e a minha é imortal.
Me sinto sozinha, isolada como se eu estivesse congelada no tempo, com poucos amigos, é como se o dia não passasse e a vida também não. Sou eu que sempre passo mensagens alegres para as pessoas e dou um UP para elas se sentirem melhor, mas quando é a minha vez, quantos fazem isso?
O amor é tudo na minha vida, e quando existe um buraco nesse lugar a vida parece não ter sentido, pois amar não o mesmo que se sentir amada, e isso faz falta, muita falta neste momento. Claro, que amizades preenchem um pouco de alegria na minha vida, mas quando elas ficam muito ausentes, como posso me sentir alegre?
Família, é a base da vida sim, mas como estar tão sobrecarregada sozinha e não ter como quem dividir os encargos da vida? Juntando tudo, isso me faz falta, isso me alegraria, me tornaria feliz. Feliz como era e não percebia anteriormente, pois eu acredito que alguma coisa poderia ser restaurada diante disso.
...E de todas as coisas que eu fiz, eu acredito que te amei... ♫

Encontrei a carta, então vou copiar ela logo abaixo...

Te amo igual...

Se a luz do sol queimar, ou congelar
Te amo igual.
Se o sentido do rio mudar, ou parar
Te amo igual.
Se o ar que respiro soprar, ou faltar
Te amo igual
Se a lágrima da minha face secar, ou jorrar
Te amo igual.

Se a lua escurecer e a maré não subir
Te amo igual.
Se o sol não nascer, se o céu cair
Te amo igual.
Se meu coração não bater, meu sangue não fluir
Te amo igual.

Te amo igual aquele que existe para te amar...
minha amada...
                                   (Spack)

Minha vida só estará completa quando você estiver nela.
Escrever sobre amor está se tornando algo dramático e melancólico  como se o amor só fizesse sofrer, mas na verdade o amor é algo sublime e nos torna felizes, mas quando existe apenas um que ama, ou o amor não está ao lado, parece algo tão dolorido de se sentir, e quando se escreve muito sobre isso, muitas pessoas que não sabem como é essa sensação, estariam dizendo que tudo isso é bobagem, mas bobagem maior é não sentir o amor como um todo, como o estimulo da vida, como algo que constrói tudo, como algo que liberta, como o que eu precisaria sentir por completo. Então um pedaço de mim está em falta, como se o coração estivesse sangrando e enquanto o verdadeiro amor não for preenchido ele estará jorrando... e só me resta escrever sobre o amor.

http://www.vagalume.com.br/ed-sheeran/lego-house.html (Bela música)

terça-feira, 12 de março de 2013

Simples...

Dizer que não lutei pelo amor, foi o mesmo que dizer que nunca amei.
Sei que posso ter sido cega naquele momento, me deixei envolver pelos acontecimentos, pelas energias negativas vinda de uma família próxima deixei um balde de água fria acabar com as coisas boas que eu vivia, deixei as influencias me abalar e ainda ser cega para o seu amor, mas mesmo que eu fiquei inerte depois, não desisti, pois continuei com as mensagens até o ponto de um bloqueio de tudo.
Foi nesse momento que aquela frase: ''Muitos falam para eu desistir, outros para continuar, mas se eu desistir vai ser pra sempre e seu continuar vai ser do impossível'', veio acompanhado de um novo episodio de deslize tão grande que afastou muitas expectativas, mas mesmo assim não calei meu coração.
Senti várias vezes vontade de me aproximar, mas as brigas eram constantes as mágoas que ficaram falavam tão alto que nenhuma palavra conseguia ser dita, nem por mim, nem por você. E cada vez que tentava me recompor, perdoar e seguir, voltava mais uma vez da estaca zero, e as mágoas aumentavam, chegando mesmo a momentos de silêncio e só lagrimas causavam.
Querer estar perto eu sentia a necessidade, mas ao mesmo tempo eu me afastava mais, queria ser perdoada, mas ao invés disso eu criava mais decepções. Hoje vivo com esse fantasma na minha vida, quero alimentar ele com amor, mas ele está no alto e não consigo alcança-lo.
E como a esperança ainda me assombra, eu fiquei amiga dela e conversamos quase que diariamente, porque mesmo após a paixão me deixar o amor ficou gravado com o fruto que ficou.
Enquanto isso, a estrada mesmo conturbada, com os espinhos que plantei das rosas que não colhi, e as pedras que se deslocaram da montanha imensa que ficou entre nós, a chama que queima espalhou ''picomã" pelo vento e um deles ficou grudado em você e em mim. Apesar que enquanto a vida passa, eu espero pacificamente que toda as magoas guardadas seja neutralizada e transformada apenas em amor, regada de perdão, tolerância e honestidade.
Pois se o amor não ficar entre nós, todos os outros se tornarão desnecessários!

http://www.youtube.com/watch?v=7SxTyvOixJA

Ouvir essa música lendo esse texto, faz todo o sentido!

segunda-feira, 11 de março de 2013

Não deixe de amar, seja quem for!

Meus pensamentos me atormentam, escrever muitas vezes me consola, me alegra, me alivia a alma. Não é possível que todas as pessoas entendam o que sinto ou o que penso, aliás as vezes falar repetidamente algumas coisas torna chata uma conversa, mesmo entre amigos, porque cada um tem uma maneira de ver, de viver a vida. Então melhor, escrever, e deixar que apenas os dedos guiem os pensamentos...
Me sinto um pouco triste sim, não posso negar, alias quem não estaria diante de um acontecimento que mexe muito com seu coração, somente quem nunca sentiu nada para dizer que Não! Mas, mesmo que a inquietude as vezes toma conta, a vontade de gritar de sumir vem acompanhada com uma dor no peito, isso faz eu querer ainda mais o que me falta e diante disso eu tenho q dominar os pensamentos negativos.
Após horas de calmaria, regada com muitos pensamentos positivos e conversas com anjo da guarda, novamente de recomponho para continuar seguindo minha caminhada e esperar o dia tão esperado.
Se eu pudesse apagar todos os erros cometidos, talvez hoje eu não estaria escrevendo nada disso, é claro que nem tudo eram flores e um conto de fada, mas concordo que eu também ajudei para as coisas terminassem como aconteceu, mas passado o tempo, compreendi que não adianta criar tempestades em copos d´agua e deixar o certo por uma esperança perdida. Que não adianta você querer que as pessoas mudem, afinal você acaba sendo moldado de acordo com o que você vive, então diante dos fatos eu poderia sim ter evitado tudo isso, mas essa questão de livre arbítrio, muitas vezes nos trazem sérias consequências.
Apenas não quero ouvir de ninguém, sobre o que fazer, sobre quem amar ou quem deixar de amar, eu amei e pronto! Se fosse tão fácil escolher quem amar, eu com certeza não estaria hoje lembrando de coisas que vivi.... esqueci, amei.
... ♪ Nos sonhos mais lindos, sonhei... ♫
E as outras pessoas que se dizem gostar de mim, ou se sentir atraída pela minha beleza, eu apenas peço que elas sigam seus caminhos com outras pessoas, não quero nenhum novo relacionamento, não quero conhecer nenhum novo ou velho carinha, nem um outro namorado ou ter um caso para passar o tempo, eu não quero nada disso, estou disposta a corrigir os erros passados e não de cometer novos erros.
Porque uma coisa é certa, nada acontece por acaso, e se no meu coração ainda está triste, não posso e não consigo apagar, já tentei, foi em vão e foi mais dolorido que eu pensava.
Sendo assim, cada ser humano tem a sua história e a minha ainda falta continuar a escrever o restante de um belo amor.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Verbo Amar




Eu posso nunca descobrir o real significado do verbo amar..
Mas se amar for arrepiar só em sentir seu suspiro único,
For estremecer só em escutar sua voz, 
For apenas sentir um mega ciúmes em apenas desconfiar que outra apaixonada tiraria sua atenção, 
For chorar de saudades quando não estou perto de seus encantos, 
Se for só querer ouvi-lo dizer um breve "Oi" ao telefone numa madrugada cheia de solidão, Se amar for só tentar acha-lo em todos os cantos do meu coração e encontra-lo com frequência em meus sonhos, 
For só ouvir seu nome e o coração bater mais forte, 
Se amar for, mesmo não estando perto de você, abraçar uma foto sua querendo como nunca que aquela foto seja você de corpo e alma, 
Se amar for imaginar seus olhos contra a luz realçando o brilho negro de sua pupila,
Se amar for acordar durante a noite pensando não nos seus beijos, mas nos seus abraços, Se amar é encontra-lo em todos os poemas, músicas, filmes, cenas, momentos românticos.
Então sei o significado do Amor, com isso sinto muito em informar, tenho tudo isso por você e com certeza algo maior... 
Portanto, eternamente Amarei. 

terça-feira, 5 de março de 2013

Censurado

Hoje, não vou dar continuidade as cartas... porque talvez, eu esteja me sentindo meio com medo de alguns acontecimentos. Não entendi nada, mas talvez ler, transcrever as cartas me trouxe algumas lembranças e sentimentos, pressentimentos, desejos e anseios.
Pessoas passarão por nossas vidas, algumas ficarão, outras nem lembraremos do nome.
Só sei que, as vezes me pego pensando, rindo, chorando, sentindo, sonhando que tudo continue o mesmo rumo que foi deixado, que as coisas tenham uma volta de 360º em minha vida, para que tudo as torne mais feliz e compensador!
Que as pessoas extras que surgiram no meu caminho, que elas continuem seus caminhos de outra maneira com outras pessoas, podendo até ser em outras cidades... (hahaha)... mas, isso é valido para todos e todas.
Sinto falta apenas de uma pessoa só, apenas uma estrela que faz falta para atravessar a estrada, dividir as bagagens e os refrigerantes com uma barra de chocolate ao leite.
Se eu tivesse uma estrela dessas, poderia fazer até cachorro quente e pizza aos sábados a noite, assistindo um filme ou uma série da Tv. Mas, isso poderia mudar, talvez um sorvete no domingo e um jogo de vôlei para completar. Como posso sentir falta disso? Mas, eu sinto, meu coração sente, minha cabeça diz que sim, e meu subconsciente fala toda hora no meu ouvido.
E o perfume surgem no ar enlouquecendo meu olfato, na ânsia de ver onde ele se encontra, invadindo até o meu ser, para que tudo o que eu toque eu sinto o mesmo cheiro, um cheiro que me faz querer correr, abraçar bem forte e nunca mais soltar.
E é assim que eu me sinto hoje, ligado pelos estímulos, presentes nas lembranças, nos cheiros e nas cartas...