sexta-feira, 26 de maio de 2017

Solidão já vi pior!

Sabe aquela crise existencial que bate algumas vezes?
Onde você se pergunta, o que sou? Porque estou aqui?
E porque denominada situação só acontece comigo?
Porque tenho que passar por isso, ou aquilo?
Pois é, ela aparece do nada e vai embora assim como chegou, mas antes ela faz você pensar em toda a sua estrutura de vida, rever seus comportamentos e anseios, trás à tona pensamentos e sentimentos que você deixou escondido em uma caixa secreta em um compartimento que ninguém nunca mais teria acesso, até que ela simplesmente abre e expõe tudo o que você queria esconder.

A crise existencial assim como te auxilia no encontro de si mesmo, também te joga no chão do banheiro gelado, com aquela gota congelante caindo sobre você. Difícil, não é? Mas, não para por aí... Você deita para desligar seu pensamento, eliminar da sua mente toda aquela bomba que acabou de explodir, mas ele simplesmente não obedece e continua ali acordado.

A sobrecarga que você carrega dura pouco, mas existe toneladas ruindo sobre você, e é quase impossível suporta-la até que ela voe para longe como um urubu em cima da carniça.

Me sinto, me senti, e ainda vou me sentir mais vezes, só necessito de uma apoio nessas horas. E justamente que eu percebo que esse apoio não existe de ninguém, além de mim mesma.

A única coisa que reforça a esperança de quem passa ou vai passar por uma crise existencial, é tenha força e fé! Tudo passa, tudo sempre passará...